A História de Roger Federer








Infográfico feito por engrandece.com








Roger Federer O Maior Tenista de Todos os Tempos Roger Federer é considerado por muitos analistas esportivos e críticos de tênis como sendo o maior tenista de todos os tempos. Federer é o maior vencedor de torneios Grand Slam, o tipo de torneio mais expressivo no circuito de tênis, tendo 20 conquistas. Ele">








Infográfico feito por engrandece.com








Roger Federer O Maior Tenista de Todos os Tempos Roger Federer é considerado por muitos analistas esportivos e críticos de tênis como sendo o maior tenista de todos os tempos. Federer é o maior vencedor de torneios Grand Slam, o tipo de torneio mais expressivo no circuito de tênis, tendo 20 conquistas. Ele">[Infográfico] A História de Roger Federer – Engrandece.com

[Infográfico] A História de Roger Federer

A História de Roger Federer

Gostou da história de Roger Federer?
Compartilhe este infográfico no seu site!

Roger Federer
O Maior Tenista de Todos os Tempos

Roger Federer é considerado por muitos analistas esportivos e críticos de tênis como sendo o maior tenista de todos os tempos.

Federer é o maior vencedor de torneios Grand Slam, o tipo de torneio mais expressivo no circuito de tênis, tendo 20 conquistas. Ele também possui 27 títulos Master 1000 e 6 Master Cup, dentro dos seus 97 torneios ATP.

Roger Federer também é o recordista em número de semanas figurando como o número 1 do mundo, ele passou 309 semanas como o número 1, desde 2004 até a data de hoje, em 2018.

Roger Federer nasceu na Basileia, uma cidade suíça, no dia 8 de agosto de 1981. Federer cresceu nas proximidades dos municípios de Birsfelden e Riehen e posteriormente se mudou para München, uma cidade que fica perto da divisa entre França e Alemanha.

Por essa razão, Federer hoje é fluente em 4 idiomas, alemão suíço, alemão padrão, inglês e francês, além de possuir bons conhecimentos em outras duas línguas, italiano e sueco.

Federer começou a praticar tênis quando tinha 8 anos de idade, além de se dedicar também ao badminton e ao basquete. O desenvolvimento de seus reflexos com as mãos e com os olhos é atribuído por Federer à prática dos esportes aos quais ele foi apresentado durante a infância. Fã de futebol, Federer cresceu apoiando 2 times: o FC Basel e a seleção suíça.

Federer conta que aos 12 anos escolheu entre o tênis e o futebol. Ele diz que se não fosse tenista, provavelmente teria se tornado jogador de futebol.

Roger Federer começou no mundo do tênis entre os anos de 1992 e 1993, durante um torneio chamado Swiss Indoors. Em sua cidade natal, Federer trabalhou recolhendo e fornecendo bolas durantes as partidas de tênis.

As principais realizações de Roger Federer como jogador júnior aconteceram no campeonato de Wimbledon de 1998. No final do mesmo ano, ele terminou em 1º lugar no ranking júnior mundial e estreou seu primeiro torneio como profissional.

No ano seguinte, em 20 de setembro de 1999, Federer entrou pela primeira vez para o ranking dos 100 melhores jogadores de tênis do mundo. Em 2000 Federer chegou pela primeira vez nas finais de um torneio, mas acabou perdendo.

A primeira vitória individual de Federer foi no torneio Milan Indoor de 2001. Na ocasião, Roger Federer se sagrou campeão derrotando Julien Boutter na final.

Ainda em 2001, Federer chegou até sua primeira partida de quartas de final de um Grand Slam, pelo torneio de Roland Garros, feito que rendeu para ele a entrada para a lista dos 15 melhores tenistas do mundo.

Em 2001, aos 19 anos de idade, Federer realizou um grande feito ao jogar em Wimbledon contra o número 1 do mundo na época e pentacampeão do torneio Pete Sampras, derrotando-o na quarta rodada.

Na final do torneio Miami Masters de 2002, Roger Federer perdeu na quadra dura para o ex-número 1 do mundo Andre Agassi. No mesmo ano, Federer venceu seu primeiro torneio Master Series, o Hamburg Masters, ao derrotar Marat Safin no saibro. A vitória levou Federer ao top 10 do mundo do tênis.

Entre 1998 e 2002, Federer fez 10 finais de simples, ganhando 4 e perdendo 6.  No final de 2002 Federer já era o número 6 do mundo.

Em 2003 Federer ganhou o primeiro Grand Slam de sua carreira ao derrotar Andy Roddick na semifinal e Mark Philippoussis na final de Wimbledon. Federer terminou o ano como top 2 do mundo.

Em 2004 Roger Federer começou a mostrar porque seria posteriormente chamado de o melhor de todos os tempos. Ele venceu 3 títulos de Grand Slam e se tornou a primeira pessoa a fazer isso desde Mats Wilander, em 1988. No final de 2004 Federer havia se tornado o número 1 do mundo.

Em 2005 Federer venceu 2 Grand Slams, derrotando Andy Roddick na final de Wimbledon e Andre Agassi na final do US Open, mantendo seu posto de top 1 do mundo.

O ano de 2006 foi um dos melhores da carreira de Federer. Ele ganhou 12 títulos de singles, sendo 3 Grand Slams, além de chegar à final do outro. Foram incríveis 92 vitórias e apenas 5 derrotas na temporada inteira. Federer chegou em 16 finais dos 17 torneios que participou naquele ano.

Em 2007 Federer chegou novamente a final de quatro Grand Slams, vencendo 3. Ele foi campeão do Australian Open, de Wimbledon e do US Open, terminando a temporada como número 1 do mundo pelo quarto ano consecutivo.

Em 2008 Federer sofreu com uma prolongada crise de mononucleose, uma infecção viral que causa febre, dor de garganta, aumento dos gânglios linfáticos no pescoço e cansaço, além de sofrer uma lesão nas costas no final do ano.

Mesmo assim, Federer conseguiu conquistar o US Open e chegou à final de outros 2 Grand Slams. Além disso, Roger Federer e Stanislas Wawrinka ganharam o ouro olímpico no torneio de duplas pela suíça.

Federer terminou o ano de 2008 em segundo lugar no ranking mundial, sendo ultrapassado por Rafael Nadal.

Em 2009 Federer foi campeão pela primeira vez do único Gramd Slam que faltava em sua carreira, Roland Garros, derrotando Söderling na final.

No mesmo ano Federer também venceu Andy Roddick em Wimbledon e se sagrou como o maior vencedor de Gramd Slams de todos os tempos. Federer chegou ao 15º título da carreira e superou o recordista Pete Sampras, que tinha 14 títulos.

Ao final de 2009, Federer retornou ao posto de número 1 do mundo.

Em 2010 Federer venceu “apenas” o Australian Open derrotando Andy Murray na final e terminou o ano como número 2 do mundo, novamente atrás de Nadal.

No ano de 2011 Roger Federer não venceu nenhum Gramd Slam, o que não acontecia desde 2003. Ele terminou o ano como top 3 do mundo.

Em 2012 Federer venceu Wimbledon pela sétima vez e igualou o recorde de Pete Sampras, que até aquele momento era o maior vencedor do torneio.

No mesmo ano Federer bateu outro recorde de Sampras, que tinha permanecido por 286 semanas como número 1 do mundo. Naquele ano Federer chegou a sua 300ª semana como top 1.

Ao final da temporada o posto de top 1 mundial foi galgado por Novak Djokovic. Federer terminou o ano como número 2 do mundo.

Em 2013 Federer lutou contra lesões e não foi campeão de nenhum Gramd Slam, tendo vencido um único título na temporada, o Garry Weber Open. Ao final da temporada Federer havia caído para número 6 do mundo.

No ano de 2014 Federer também não venceu nenhum Gramd Slam, mas a suíça conseguiu vencer a Copa Davis pela primeira vez, com grande participação de Roger Federer. Por todos os resultados apresentados nos torneios de 2014, Federer terminou o ano como número 2 do mundo, subindo 4 posições.

Em 2015 Federer chegou a 1.000 vitórias, se tornando o terceiro jogador na história a realizar tal feito, junto com Jimmy Connors e Ivan Lendl. Entretanto ele não ganhou nenhum Gramd Slam e terminou o ano como número 3 do mundo.

Em 2016 Federer vinha sofrendo com constantes dores no joelho. Após perder alguns torneios Roger Federer anunciou que faria uma cirurgia para se recuperar totalmente da lesão. Afastado, Federer não venceu nenhum Gramd Slam, não conquistou nenhum título, e caiu para top 16 do mundo.

Em 2017 Federer estava desacreditado pelos analistas, que pensavam que a sua carreira fenomenal estava chegando ao fim. Porém Roger Federer surpreendeu e venceu 2 Gramd Slams, Australian Open e Wimbledon. Federer chegou a incríveis 19 Gramd Slams conquistados, terminando o ano como o 2º melhor do mundo.

Em 2018, até agora, Federer venceu o Australian Open e chegou ao 20º título de Gramd Slam, se tornando o primeiro tenista do mundo a fazer isso. Atualmente ele é o top 2 do mundo.

No ano de 2003 Federer criou a Roger Federer Foundation, uma fundação que ajuda crianças com debilitações a ter acesso à educação e aos esportes. Além disso, Federer realizou outras ações filantrópicas nos anos posteriores.

Federer se casou em 2009 com a ex-tenista Miroslava Vavrincová. Naquele mesmo ano, Miroslava teve gêmeas. Em 2014, deu à luz a mais dois filhos gêmeos.

Frases de Roger Federer

  1. “Eu não temo ninguém, mas respeito todos.”
  2. “Antes eu sempre achei que se tratava apenas de tática e técnica, mas todas as partidas se mostraram físicas e mentais. Tento me esforçar para me movimentar bem. Tento me forçar a não ficar irritado e manter uma atitude positiva, e essa é minha maior melhora em todos esses anos. Sob pressão eu posso ver as coisas com muita clareza.”
  3. “Quando você faz algo que é o melhor da sua vida, você realmente não quer abrir mão disso. Para mim, isso é o tênis.”
  4. “Não há um atalho ao redor do trabalho duro. Aceite isso. Você tem que dedicar horas, porque há sempre algo que você pode melhorar.”
  5. “Eu sempre acreditei que se você está preso em um buraco e talvez as coisas não estejam indo bem, você vai sair de lá mais forte. Tudo na vida é assim.”
  6. “Sou muito otimista e creio que isso é o que mais me ajuda nos momentos difíceis.”
  7. “Eu gosto da posição em que você é como tenista. Eu sou o culpado quando perco. Eu sou o culpado quando ganho.”

Gostou da história de Roger Federer? Você também pode gostar da história de Bill Gates.

Garanta agora seu livro grátis para descobrir e copiar as 7 crenças que todas as pessoas de sucesso cultivam.

Sobre o autor

Rafael da Luz

Não existem limites, existe conhecimento. Você se torna capaz de alcançar qualquer sonho na vida quando aprende a se desenvolver como ser humano. O desenvolvimento pessoal é o caminho para que você realize tudo o que mais deseja na vida. Por isso, engrandeça.

Adicione um comentário

Compartilhar
Twittar
WhatsApp
Pocket