Como Ter Mais Paciência: 7 Conselhos Facilmente Aplicáveis

Alguma vez na sua vida, quando, por exemplo, tinha uma cirurgia marcada, você ficou frustrado e desesperado, porque não conseguia mais esperar, de tanta angústia?

Algum dia você já se sentiu tenso enquanto aguardava na fila do supermercado, e ainda cochichou com raiva colocando a culpa na atendente que atendia muito devagar?

Ou quem sabe, você já brigou e discutiu bastante com as outras pessoas porque você acha que, muitas vezes, elas são extremamente irritantes?

Se você concordou com pelo menos uma das perguntas, então você precisa aprender como ter mais paciência.

Bom, isso não era uma novidade, hein?

Afinal, você está justamente querendo aprender como desenvolver a sua paciência.

Se você….

  • Vive angustiado no trânsito;
  • Sente que a qualquer momento vai explodir no trabalho;
  • Só consegue fazer com que seus filhos te obedeçam com gritos;
  • Briga constantemente com o marido ou a esposa;
  • E não consegue esperar com coragem pelas inevitáveis dificuldades da vida.

Então é melhor você ler este artigo até o final.

O tempo de leitura é curto, você não precisa ir pulando o texto – por causa da impaciência.

Agora você vai aprender como ter paciência na vida, como ter paciência com os filhos, como ter paciência com os pais e como ter paciência com as pessoas de modo geral.

Aquele que tiver paciência terá o que deseja.

Benjamin Franklin

ATENÇÃO
Antes de continuar a sua leitura você pode baixar gratuitamente o meu novo livro digital As 7 Poderosas Crenças Para Viver Uma Vida Sem Limites clicando aqui.

O Que é Paciência?

A paciência é, em essência, a capacidade de não perder a calma, mantendo um equilibrado controle emocional, ao longo do tempo.

Ser paciente é ter a capacidade de tolerar erros ou fatos indesejados, além de suportar dificuldades e incômodos de todos os tipos.

Ter paciência também significa a capacidade de persistir, tranquilamente, acreditando que você conseguirá o que quer.

Paciência é ouvir outra pessoa com atenção, sem pressa e com calma, procurando entender a visão de mundo dela.

Por último, paciência também é a capacidade de se livrar da ansiedade.

Tipos de Paciência

Em 2012, a Dra. Sarah A. Schnitker, professora no Departamento de Psicologia e Neurociência da Baylor University, conduziu um estudo que apresentou 3 tipos de paciência.

  1. Paciência interpessoal: envolve conseguir encarar as pessoas irritantes.
  2. Paciência com os inconvenientes do dia a dia: envolve encarar as chateações diárias, como engarrafamentos, filas, um celular com defeito etc.
  3. Paciência com as dificuldades da vida: envolve esperar grandes dificuldades da vida sem desespero ou frustação, como por exemplo, um tratamento de uma doença grave. Este tipo de paciência está bastante relacionada com a esperança.

Por Que Perdemos a Paciência?

Você perde a paciência porque você fica impaciente.

Ah vá, sério?

Calma, deixa eu explicar.

O que é a impaciência? A impaciência é, principalmente, a incapacidade que um indivíduo tem para suportar alguma emoção irritante.

Quanto menos você consegue suportar a pressão emocional que a irritação causa, menos paciente você se torna.

Então, basicamente, você perde a paciência por que você desenvolveu pouco a sua inteligência emocional.

Desenvolver a sua capacidade de suportar pressões emocionais é uma grande chave para você ser uma pessoa mais paciente.

Por Que é Preciso Ter Paciência?

Quando não é paciente você não consegue aproveitar as lições que a vida oferece, além de não conseguir amadurecer por completo como ser humano.

Parece estranho, pois eu tenho certeza que estou falando com uma pessoa adulta, mas é verdade, ser impaciente demonstra falta de amadurecimento.

Afinal, quando estamos impacientes, parecemos bebês irritados, berrando e chorando.

Então, se você está ainda está se perguntando “Por que a paciência é importante?”, eu explico rapidamente.

É preciso ter paciência porque…

  • A paciência torna você mais saudável, feliz e grato.
  • A paciência torna você um amigo melhor.
  • A paciência torna você um companheiro melhor.
  • A paciência ajuda você a alcançar os seus objetivos.
  • A paciência faz você se tornar sábio.
  • A paciência gera paz de espírito e amadurecimento emocional, além de evitar dezenas de problemas provenientes da impaciência.

Além de tudo isso, estudos mostram que a paciência reduz a depressão e outras emoções negativas.

Por isso, se você constantemente se pega pensando “Por que não tenho paciência?” é preciso aprender o mais rápido possível como ter mais paciência consigo mesmo, com as pessoas que estão ao redor e com as pequenas e grandes condições da vida.

Mas não há como ter mais paciência se você não quiser de verdade desenvolver a paciência dentro de si.

A paciência é como se fosse um músculo. Todos nós temos, mas algumas pessoas se esforçam mais do que as outras, como na academia, e acabam desenvolvendo-o mais.

O fato é que você tem, mesmo que minimamente, o músculo da paciência aí com você. E por menor que ele seja, ele pode crescer e se desenvolver.

Portanto, agora é a hora de se esforçar e desenvolvê-lo o suficiente para que você comece a lidar melhor consigo mesmo, com as outras pessoas e com as circunstâncias que frequentemente surgem na sua vida.

Como Ter Mais Paciência

1. Conheça os Seus Gatilhos

Aprender a conhecer os seus gatilhos é importantíssimo no processo de desenvolvimento da paciência.

Os gatilhos, quando ativados, desencadeiam a impaciência no seu cérebro.

Como Ter Mais Paciência: 7 Conselhos Facilmente Aplicáveis 1

Segundo M. J. Ryan, autora do livro O Poder da Paciência, a impaciência é um elemento de “luta” da resposta de “luta ou fuga”do cérebro.

Quando você fica impaciente e se irrita, você está “lutando”. A amígdala cerebral é responsável por esta resposta. E apesar da amígdala ter protegido os nossos ancestrais de grandes ameaças em épocas passadas, hoje as “ameaças” são muito menos relevantes.

Mas a amígdala não sabe disso.

Se deparar com um leão na selva ou com uma pessoa irritante no seu trabalho, para a amígdala, não faz diferença. Nas duas situações ela vai querer te proteger.

Por isso, muitas vezes, você reage diante de situações irritantes de forma exacerbada, como se esses encontros fossem muito mais terríveis do que na realidade são.

Portanto, você precisa entender os seus gatilhos – aquelas coisas que fazem um “click” na sua amígdala, que gera a resposta emocional negativa.

Quais são os seus gatilhos? Um motorista imprudente? O seu filho esperneando? A sua mulher ou o seu marido reclamando? Um pensamento incessante na sua cabeça?

Qualquer gatilho automaticamente aperta o botão da impaciência, fazendo com que você fique irritado, com raiva e sem tolerância.

Então, com muito cuidado, preste atenção nos seus gatilhos.

Dessa forma, você não apenas consegue identificar o que está fazendo com que você tenha essas crises que alteram seu estado emocional, como também consegue evitar que os gatilhos roubem o controle das suas emoções.

Busque sempre o autoconhecimento para poder analisar cada um dos seus gatilhos, para que você consiga dar um “pause” quando perceber que um deles foi ativado.

No momento que perceber que você está diante de um gatilho, pare e faça o exercício a seguir para amenizar toda a onda de emoções negativas.

2. Controle a Sua Respiração

Pode parecer até clichê, mas exercícios de respiração e relaxamento ajudam bastante a diminuir os sinais clássicos de impaciência.  

Inspirar e expirar lentamente faz com que você diminua o estresse, a tensão e raiva porque você avisa o seu cérebro que tudo está bem, e isso te leva de volta para a consciência e para um estado de maior paciência.

Estar consciente é um grande passo para ter mais paciência. É preciso sempre manter em mente que você precisa ser tolerante, ter autocontrole, saber lidar com as pessoas ao seu redor e com as circunstâncias da vida.

E sempre que você inspira e expira lentamente você se torna muito mais consciente, barrando os sinais inconscientes da impaciência.

Então, assim que você começar a se perceber impaciente, apenas inspire e expire profundamente até sentir que já está mais calmo. Na verdade, até que você sinta que pode lidar com a situação, que está tirando você do sério, de frente. 

Faça isso quantas vezes sentir necessidade.

3. Tire um Tempo

Pode ser que hoje você esteja sem tolerância, e por isso tentando saber como ter paciência com as pessoas, por ainda não ter se dado o tempo que precisa.

É normal, é assim que funcionamos.

Se estamos sob pressão e estresse todos os dias, há bastante tempo, acaba sendo até normal que você esteja sofrendo tanto com a falta de paciência.

O ideal é que você dê um tempo da situação que anda tirando a sua paciência.

Pode ser um tempo mais curto ou mais longo, desde que você consiga ter esse tempo para analisar como resolver a situação sem atritos, com calma, atenção e paciência.

Ah, meu problema está no trabalho, só que eu não posso simplesmente dizer para o meu chefe que quero um tempo para ter mais paciência.

Realmente, você não pode.

Porém, pode aproveitar o final de semana, entendendo onde você está, o que está causando sua impaciência e o que você pode fazer para resolver essa questão.

Se você estiver perto de estourar, eu recomendo que você consiga, pelo menos, um dia de folga para sentar e analisar o que você realmente necessita.

Talvez, a resposta seja mudar de trabalho ou mudar o trabalho.

Já pensou nisso?

Pare, organize a mente e analise tudo que anda acontecendo na sua vida. A resposta pode ser a chave para uma vida mais paciente.

4. Treine a Escuta Ativa

É típico de pessoas impacientes não conseguirem ouvir.

Parece algo simples, mas para muitas pessoas estar em uma conversa sem perder a paciência, se alterar e acabar fazendo dela uma discussão, é algo quase impossível.

Mas como ter paciência com pessoas que não concordam comigo?

Simples, desenvolva a escuta ativa.

Para quê?

Para entender a outra pessoa.

Como disse o grande filósofo Spinoza:

Nós não devemos odiar, desprezar, ridicularizar, invejar ou nos irritar com as pessoas. Nós devemos compreendê-las.

Baruch Spinoza

Mesmo que você não consiga concordar com a opinião de determinada pessoa e até acredite que ela esteja errada em seus argumentos, não cabe a você criticá-la ou transformar a conversa em uma discussão.

Cabe a você compreendê-la.

Cada pessoa possui uma história, uma criação e formas diferentes de enxergar o mundo.

O “o certo” e “o errado” são bastante relativos. O que é certo para você pode não ser certo para uma outra pessoa e vice-versa.

Se você quer mesmo praticar a paciência, então ouça as pessoas com calma, interesse e vontade de entender os pontos de vista delas.

Quando a pessoa terminar de falar, exponha calmamente a sua opinião, sem impô-la como uma regra para o outro.

A escuta presente é uma grande habilidade de uma pessoa que se tornou paciente.

5. Não se Envolva

Se você realmente está buscando como ter mais paciência, por não aguentar mais a maneira que está vivendo, eu tenho mais um conselho para você: não se envolva tanto.

Sabe as situações que acabam tirando você do sério?

Os debates entre seus familiares que sempre terminam em discussões?

Sabe aquela pessoa com a qual você tenta conversar milhares de vezes, mas ela sempre é grosseira com você?

Fuja dessas situações.

Tudo bem, realmente temos que saber lidar com as diferentes circunstâncias da vida, mas você não precisa ficar insistindo em algo que só está te fazendo sofrer.

Não precisa ficar impaciente com esse tipo de situação, apenas não se envolva.

Muitas vezes, quando perceber que as coisas estão saindo do controle e você estiver começando a sentir os sinais de impaciência chegando, apenas saia do ambiente.

Se você sabe que o problema é com você, vale a pena ir para um lugar silencioso e praticar o exercício de respiração.

Agora, se é uma situação que você sabe que nunca termina bem, apenas saia e não se envolva.

Mas se, por algum motivo de força maior, você não puder sair do ambiente, siga o próximo conselho.

6. Treine a Paciência

Como eu disse antes, a paciência é como um músculo.

Então ela pode ser treinada.

A paciência é um traço de personalidade que pode ser modificado. Mesmo que você seja uma pessoa pouco paciente, você pode se tornar uma pessoa muito paciente com o tempo.

Uma excelente estratégia sobre como ter mais paciência é treinar a paciência.

Sabe como treinar a paciência? Treinando a paciência!

Ensine a si mesmo, propositalmente, a suportar irritações.

Enfrente filas, engarrafamentos, chuva, pessoas que levam embora a sua paciência e todos os tipos de situações que literalmente fazem com que você treine o seu músculo de paciência.

Quanto mais você permanecer no controle diante das pressões emocionais que geram a sua falta de paciência, mais forte e paciente você vai se tornar.

Outra estratégia fantástica para aumentar a sua paciência, caso você ainda não faça, é a prática meditação.

7. Não se Culpe

Pode parecer óbvio, mas é importante que você entenda que ter paciência é um hábito, assim como a própria impaciência.

Por isso, mesmo com toda determinação, força de vontade e esforço, pode ser que você perca a paciência.

Como você está iniciando um processo de desenvolvimento para ter mais paciência, não se culpe quando você perder a paciência.

Desenvolver paciência é um processo que necessita de tempo, bastante esforço e prática. Uma vez ou outra a impaciência vai falar mais alto, e está tudo bem.

Não se culpe ou se castigue se você estourar ou ficar muito angustiado em alguma situação irritante.

Apenas entenda que faz parte do processo e continue vida sem pensar em desistir de se tornar mais paciente.

Conclusão

Você deve ter percebido que não existe mágica quando falamos sobre como ter mais paciência na vida ou com as outras pessoas.

A paciência, assim como qualquer outra habilidade emocional, é treinável.

E você deve treiná-la porque, como a grande virtude que é, a paciência gera uma série de resultados na sua saúde e nos seus níveis de felicidade em relação à vida.

Além disso, quanto mais paciente, mais sábio você é.

Lembre-se sempre que é possível treinar a paciência todos os dias, em qualquer momento. E quanto mais você treiná-la, mais paciente você se tornará.

Todo momento de impaciência é também um momento em que você pode treinar a paciência para subir mais um degrau na sua escada de desenvolvimento pessoal.

Por isso, não permita que a sua amígdala tome o controle do seu cérebro ligando o botão da impaciência, treine a sua inteligência emocional e evolua como ser humano.

Você tem alguma estratégia específica para ter mais paciência? Qual?

Por último, se você quer crescer na vida em todos os sentidos, conheça aqui e agora o meu treinamento online avançado de desenvolvimento pessoal.

Garanta agora seu livro grátis para descobrir e copiar as 7 crenças que todas as pessoas de sucesso cultivam.

Sobre o autor

Rafael da Luz

Não existem limites, existe conhecimento. Você se torna capaz de alcançar qualquer sonho na vida quando aprende a se desenvolver como ser humano. O desenvolvimento pessoal é o caminho para que você realize tudo o que mais deseja na vida. Por isso, engrandeça.

Adicione um comentário

Compartilhar
Twittar
WhatsApp
Pocket