Como Vencer o Pessimismo em 9 Simples e Práticas Dicas

Você pensa em ser mais otimista só que, mesmo tentando bastante, na maioria das vezes, é difícil não enxergar a vida pelo pior lado?

A conversa sobre como vencer o pessimismo já é antiga.

Há muito tempo, a filosofia e as religiões dão espaço a essa discussão. E nas últimas décadas, até mesmo a psicologia e a ciência têm feito o mesmo.

Como você já sabe, o grande problema é que o pessimismo e uma vida feliz e realizada raramente andam juntos, não é mesmo?

Eu mesmo já sofri bastante com o pessimismo, já fui um pessimista de carteirinha. Mas eu aprendi a mudar e modificar os meus pensamentos.

Por isso, para que você consiga vencer o pessimismo e aprender como ser mais otimista, continue lendo este artigo para descobrir:

  • A relação entre otimismo e pessimismo
  • O porquê é tão importante deixar de ser pessimista
  • Os malefícios do pessimismo para a saúde
  • A relação entre o pessimismo e a genética
  • Como vencer o pessimismo

ATENÇÃO
Antes de continuar a sua leitura você pode baixar gratuitamente o meu novo livro digital As 7 Poderosas Crenças Para Viver Uma Vida Sem Limites clicando aqui.

Otimismo vs. Pessimismo

Como Vencer o Pessimismo em 9 Simples e Práticas Dicas 1

Todos nós, em alguns momentos e diante de determinadas situações, temos nossos momentos otimistas e pessimistas. Isso é normal.

Apesar disso, ao longo da sua vida, a probabilidade é que você tenda mais para um lado da balança pessimismo vs. otimismo.

É aquela velha história: o copo está meio cheio ou meio vazio?

Tanto o otimismo quanto o pessimismo tem seus prós e contras. Uma pessoa otimista demais tende a achar que tudo vai dar certo de qualquer forma. Por isso, muitas vezes, elas não fazem o que é preciso ser feito para que as coisas funcionem.

Só que de modo geral, como os otimistas acreditam que podem realizar muito mais, a tendência é de que eles façam tudo o que for preciso para chegarem lá.

Além disso, diante de obstáculos e desafios, um otimista tem mais chances de continuar tentando e não se deixar levar pelas dificuldades.

Quanto ao pessimismo, nos últimos anos muitas pessoas têm tentado destacar seus pontos positivos.

Alguns escritores defendem que o pessimismo, às vezes, pode ajudar as pessoas a se prepararem para os piores momentos de suas vidas. E que por outro lado, os otimistas raramente estão preparados para essas situações.

Mas em alguns casos o pessimismo pode atingir níveis em que a felicidade se torna algo distante e inalcançável.

Por estarem sempre esperando o pior das pessoas, alguns pessimistas deixam de se relacionar com pessoas novas. E assim se tornam solitários.

Outros deixam de perseguir a carreira que desejam porque acham que a concorrência é muito grande, pensam que o desemprego está muito alto, ou mesmo porque procuraram um bom emprego na área e não conseguiram.

Em casos extremos, alguns pessimistas deixam de lado a vida dos sonhos e se convencem de que é pelo próprio bem.

Você conhece alguém assim?

Eu sou um otimista inveterado e não acredito que, por mais que teoricamente ser pessimista possa me preparar para encarar os piores momentos da minha vida, valha a pena ser pessimista.

O que você pensa a respeito?

A Importância de Não Ser Pessimista

Como Vencer o Pessimismo em 9 Simples e Práticas Dicas 3

Faça um exercício mental.

Imagine que você sai de casa para caminhar pela manhã. Pense um pouco nas coisas que você presta atenção. No que você repara?

Os pessimistas podem reparar nos buracos nas calçadas, nos quais poderiam tropeçar e cair. E aí uma breve caminhada se torna um momento para pensar em tudo o que poderia dar errado em suas vidas.

Já os otimistas têm mais tempo para olhar a paisagem e aproveitar o momento, sem o peso nas costas que os pessimistas inveterados carregam.

Parece um mundo cor-de-rosa demais?

A resposta define para qual lado da balança você pende mais.

A verdade é que os pessimistas têm dificuldade em aproveitar não só as grandes conquistas, mas também aquelas pequenas coisas que nos fazem felizes.

Como você já sabe, o homem moderno vive sempre estressado. A cada dia que passa as estatísticas sobre depressão e ansiedade aumentam. E como você também já sabe, quem vive estressado e preso em pensamentos negativos não tem tempo para aproveitar a vida.

Uma grande verdade é que: ser otimista ou pessimista é uma questão de escolha.

Em primeiro lugar, a escolha sobre como você quer enxerga o mundo.

Você pode passar a vida toda esperando pelas coisas que vão dar errado. Ou pode, simplesmente, aprender a aproveitar os bons momentos e lidar com os momentos difíceis.

Você pode escolher como quer encarar a vida.

Você pode saborear – ou não – as suas conquistas. Você pode aprender – ou não – com os seus próprios erros e fracassos. Você pode escolher – ou não – decidir.

Mesmo quando tudo parece desabar, cabe a mim decidir entre rir ou chorar, ir ou ficar, desistir ou lutar; porque descobri, no caminho incerto da vida, que o mais importante é o decidir.

Anônimo

A chave para ser otimista de forma saudável não é acreditar que tudo dará certo, que o universo proverá todas as coisas que você quer na vida, mas decidir adotar uma postura de autoria pelos resultados da sua própria vida.

É enxergar todo o potencial que você tem e se responsabilizar por fazer as coisas darem certo. Não é esperar sentado. É acreditar e agir para criar os resultados.

Porque ou você assume a responsabilidade por isso, ou o mundo e as outras pessoas vão assumir por você.

A terapeuta Kimberly Hershenson afirma que:

Pensar positivo não significa que você ignora os fatores de estresse da vida. Você apenas se aproxima das dificuldades de uma forma mais produtiva. Construir uma visão de mundo otimista te permite viver de forma completa, independente das circunstâncias. Essa visão reduz os sentimentos de tristeza/depressão e ansiedade, aumenta sua longevidade, te permite construir relações saudáveis com outras pessoas e te ajuda lidar com os tempos difíceis. Ser otimista te ajuda a lidar melhor com situações estressantes, o que também reduz os efeitos nocivos do estresse na saúde do seu corpo.

Por Que o Pessimismo Faz Mal à Saúde?

Como Vencer o Pessimismo em 9 Simples e Práticas Dicas 5

Nas últimas décadas, vários estudos foram realizados para descobrir se, de fato, o pessimismo faz mal à saúde e o porquê de o pessimismo fazer mal à saúde.

Um estudo realizado na Finlândia ao longo de 11 anos, realizado com mais de 2.000 homens e mulheres entre 52 e 76 anos, aponta para a relação entre o pessimismo e a morte causada por doenças cardíacas.

Segundo o autor do estudo, o Dr. Mikko Pänkäläinen, as pessoas que morreram em função de doenças coronarianas foram muito mais pessimistas do que as outras.

Nesse caso, quando falamos do pessimismo, não estamos falando apenas de pensamentos negativos.

O médico responsável pelo estudo sugere que pessoas pessimistas devem se esforçar para realizar exercícios físicos saudáveis e parar de fumar, duas grandes causas que interferem na ocorrência de morte causada por uma doença cardíaca.

A conclusão da pesquisa é que o pessimismo deve ser encarado como fator de risco, assim como diabetes, hipertensão ou tabagismo. Apesar disso, não necessariamente o otimismo protege contra doenças cardíacas.

Mas como diz o Dr. Mikko, ser otimista não vai causar mal à você. Certo?

Outro estudo, realizado pela Universidade de Jaén, na Espanha, afirma que as pessoas pessimistas têm mais problemas relacionados à saúde mental.

Além disso, um artigo publicado pela Psychology Today explica que uma das características da depressão é o pensamento pessimista.

O texto mostra que uma das ações mais poderosas que alguém pode tomar para combater a depressão é entender como a qualidade do pensamento é um fator crítico para manter ou até intensificar a doença. E a maneira mais rápida para alguém mudar a maneira como se sente é mudar a maneira como pensa.

Diversos outros estudos também concluem que pessoas pessimistas têm maior tendência a desenvolverem altos níveis de estresse e ansiedade.

O Pessimismo é Genético?

Como Vencer o Pessimismo em 9 Simples e Práticas Dicas 7

Muitas pessoas também se perguntam se o pessimismo é genético. Na verdade, nas últimas décadas, vários cientistas se dedicaram a estudar e entender o tema.

Um desses estudos, realizado na Universidade de British Columbia, por Rebecca Todd, foi publicado no jornal Psychological Science.

Sobre o estudo, a pesquisadora afirma:

Esse é o primeiro estudo que descobriu como uma mutação genética pode afetar, de forma significativa, como as pessoas veem o mundo à sua volta.

Segundo ela, uma variação do gene ADRA2B é a responsável por fazer que algumas pessoas sejam mais pessimistas do que outras.

Ela também afirma que, anteriormente, esse mesmo gene já havia sido associado com a formação de memórias emocionais. Mas que só agora se descobriu que ele tem o poder de influenciar nossa percepção em tempo real.

O estudo, que contou com a participação de 207 pessoas, funcionou da seguinte maneira: uma série de palavras foi mostrada rapidamente para as pessoas. Algumas palavras eram negativas, outras positivas e outras neutras.

O resultado foi bastante esclarecedor. Quando tentaram se lembrar das palavras, as pessoas com a mutação do gene ADRA2B apresentavam grande probabilidade de lembrarem mais facilmente das palavras negativas.

Na prática, isso significa que essas pessoas têm uma tendência a amplificar as situações negativas pelas quais elas passam. Ou seja, as situações ruins afetam essas pessoas de uma maneira muito mais profunda do que as situações positivas.

A autora do estudo também afirma que:

Os resultados sugerem que as variações biológicas a nível genético podem exercer um papel significativo nas diferenças de percepção.

Outro estudo encontrou resultados semelhantes: o pessimismo é genético.

O estudo, publicado no site da BBC, foi conduzido com um grupo de gêmeos, gêmeos idênticos como Debbie e Trudi, duas irmãs exatamente iguais, exceto que uma é otimista e a outra desenvolveu depressão.

Levando em consideração que os gêmeos cresceram no mesmo ambiente, portanto tiveram experiências de vida parecidas, foi possível descartar outras possíveis causas para o pessimismo, como o ambiente em que a pessoa cresceu.

Tim Spector, médico e pesquisador do Hospital Saint Thomas, em Londres, encontrou variações genéticas nos gêmeos. Segundo ele, metade do que diz respeito às diferenças de personalidade dessas pessoas ocorre por causa de fatores genéticos.

Apesar disso, não podemos desconsiderar outros fatores como o ambiente em que crescemos, a maneira como somos criados e até mesmo experiências traumáticas que passamos em nossas vidas.

Sobre isso, a psicóloga Karol Ward, em entrevista publicada no site NBC News, afirma:

Pela minha experiência, otimismo é tanto uma característica da personalidade de cada um, quanto um produto do ambiente. Desde cedo, os bebês e as crianças pequenas, percebem o balanço emocional em suas casas. Se a atmosfera é tranquila e amável, as crianças se tornam otimistas, mesmo que tenham nascido com tendências para desenvolver ansiedade. No entanto, se o ambiente é tenso e disfuncional, o otimismo é uma das primeiras coisas que elas perdem. É difícil ser emocionalmente aberto e esperançoso quando isso não é aprendido com quem cuida de você.

Mas independentemente de ser genético ou ter sido causado por outros fatores, é possível vencer o pessimismo. Na prática, você pode escolher como levar a sua vida.

Como Vencer o Pessimismo

Como Vencer o Pessimismo em 9 Simples e Práticas Dicas 9

Sobre a possibilidade de vencer o pessimismo, Leah Weiss, professora da Universidade de Stanford e especialista em mindfulness, afirma:

Algumas pessoas já nascem otimistas, por natureza, mas muitos de nós temos de aprender. E qualquer pessoa pode aprender a ser um otimista.

Sendo assim, seguem as 9 dicas para você vencer o pessimismo.

1ª Dica
Escolher

Como Vencer o Pessimismo em 9 Simples e Práticas Dicas 11

Tudo é uma questão de escolha.

A maneira como encara tudo o que acontece com você é questão de escolha.

A vida é 10% do que acontece com você e 90% como você reage a isso.

Você já ouviu essa frase?

Quando uma pessoa pessimista se depara com um obstáculo ou desafio, ele se sente mal e desiste.

Por outro lado, alguém que escolhe ser otimista pode até se sentir mal, mas ela não desiste e age para encontrar uma solução. Isso é uma escolha.

Se você é completamente pessimista, é preciso usar toda a sua força de vontade para escolher ser otimista.

Eu digo isso por experiência própria. Porque já fui um pessimista. Mas quando você escolhe ser otimista, pensar de modo otimista, você coloca o seu cérebro em um estado de atividade muito mais eficaz para encontrar uma solução.

2ª Dica
Enfrentar

Como Vencer o Pessimismo em 9 Simples e Práticas Dicas 13

Quando você sentir que está tendo pensamentos pessimistas, enfrente o pessimismo. Para fazer isso, pare por um segundo e se pergunte:

Eu vou conseguir encontrar uma solução me preocupando com isso? Continuando estressado, eu vou encontrar uma solução? Passar o meu dia remoendo situações ruins, vai me levar a uma solução? Me preocupar com os erros do passado, vai me levar a uma solução?

O pessimismo não vai ajudar você a encontrar uma solução. Na verdade, é bem provável que até mesmo o impeça de enxergar soluções que estão bem próximas de você.

Muitas pessoas adotam o pessimismo como modo de vida porque têm a impressão de que, dessa forma, estarão protegidas. Protegidas de terem esperanças que não vão se concretizar, sonhos que não serão realizados.

Mas a verdade está bem longe disso, pessoas otimistas sofrem tanto quanto os pessimistas quando as coisas não dão certo.

A diferença é que, no caminho, os otimistas conseguem aproveitar o percurso de forma mais saudável e feliz porque eles encontram soluções.

3ª Dica
Administrar

Como Vencer o Pessimismo em 9 Simples e Práticas Dicas 15

Um passo fundamental para combater o pessimismo é a administração de expectativas.

Se você quer estar preparado para todos os casos, pense em todos os possíveis cenários de resultados, desde o pior até o melhor, e se familiarize com todos eles.

Em seguida, pense no que vai acontecer com a sua vida caso o pior cenário possível se concretize.

A sua vida vai acabar? Não.

Esse é um exemplo bem simples, mas com tudo na vida é assim. O pior resultado possível pode parecer o fim de tudo para quem é pessimista. Mas você sabe que a realidade é outra.

Então analise todas as possibilidades de resultados e entenda cada emoção que você vai sentir com cada possível cenário. Dessa forma, caso algo dê errado, você sofre muito menos porque já está preparado para todos os possíveis desdobramentos.

Se você tem dificuldade em ser otimista procure, por enquanto, adotar um ponto de vista mais realista.

4ª Dica
Observar

Como Vencer o Pessimismo em 9 Simples e Práticas Dicas 17

Em uma palestra do TEDx Talks, Alison Ledgerwood, psicóloga social, fala sobre sua experiência observando o próprio comportamento e o comportamento das pessoas.

Em primeiro lugar ela fala sobre sua própria rotina que, como psicóloga, envolve a publicação constante de artigos sobre o seu próprio trabalho.

Alison conta como a aceitação dos artigos em revistas faz com que ela se sinta bem. Mas segundo ela, a sensação não costuma durar muito. Por outro lado, quando os artigos são rejeitados a sensação ruim costuma durar muito mais.

Isso fez com que ela decidisse entender como esse processo funciona. Depois de vários experimentos Alison afirma ter percebido que, na maioria das vezes, damos mais atenção aos acontecimentos ruins do que aos acontecimentos bons.

Quando coisas ruins acontecem, imaginamos que falar sobre elas fará com que nos sintamos melhor. Sendo assim, falamos continuamente sobre essas coisas.

Na prática, o que acontece é que essas conversas sobre tudo o que vai mal em nossas vidas só reforçam o sentimento negativo.

A conclusão dela, portanto, é que para nos sentirmos melhor, a solução é dar mais atenção ao que vai bem.

Um exercício simples é chegar ao final do dia e, ao invés de evitar pensar sobre as coisas ruins que aconteceram, simplesmente enumerar as coisas boas que aconteceram.

Fazendo isso, logo você vai perceber que, no fim das contas, você não teve um dia ruim como pensava.

Muitas pessoas têm dificuldade para dormir porque no momento em que se deitam, ficam pensando sobre tudo o que deu errado naquele dia.

Antes de isso acontecer, liste alguns aspectos positivos do seu dia

Adote um diário no qual você escreva todas as noites sobre os acontecimentos bons de cada um dos seus dias. Em pouco tempo, e com a prática diária, a sua perspectiva pessimista diminuirá gradativamente.

5ª Dica
Evitar

Como Vencer o Pessimismo em 9 Simples e Práticas Dicas 19

Você já reparou como o pessimismo é contagioso? Quanto mais ouvimos falar sobre coisas ruins, mais queremos falar sobre elas.

Por isso você deve evitar à todo custo o pessimismo.

T. Harv Eker afirma, no livro Os Segredos da Mente Milionária, o seguinte:

Você tem que fazer questão absoluta de não ficar na companhia de pessoas que vivem reclamando. Se tiver uma grande necessidade de estar perto de uma delas, não se esqueça de se proteger com um guarda-chuva de aço, do contrário a coisa ruim que era destinada a ela vai cair em cima de você também. Eu procuro ficar tão distante quanto possível de quem reclama porque a energia negativa é contagiosa. Muitas pessoas, porém, adoram se aproximar dos resmungões e ouvi-los. Por quê? Por um motivo simples: elas estão esperando a sua vez de se queixar.

Para vencer o pessimismo é preciso se livrar o quanto antes de todas as fontes de pessimismo que existem em sua vida.

Sejam conversas com amigos, colegas de trabalho, familiares, programas de televisão, vídeos do YouTube e até mesmo notícias que você lê. Elimine todas as fontes de pessimismo da sua vida porque ele é contagioso como um vírus.

6ª Dica
Não Reclamar

Como Vencer o Pessimismo em 9 Simples e Práticas Dicas 21

Se você está realmente interessado em se livrar do pessimismo, eu tenho um desafio para você: passe 7 dias sem reclamar de nada.

Esse exercício funciona em conjunto com as outras dicas apresentadas. Ao ficar sem reclamar você começa a enxergar os pontos positivos em sua volta.

Esse desafio também é proposto no livro Os Segredos da Mente Milionária, de T. Harv Eker.

Confira o trecho do livro:

Vou lhe passar um dever de casa e prometo que ele lhe dará uma grande oportunidade de mudar a sua vida. Eu o desafio a não reclamar de nada durante os próximos sete dias. E não apenas em voz alta, na sua cabeça também. Porém você terá que fazer isso nos próximos sete dias inteirinhos. Por quê? Porque durante os primeiros dias talvez você ainda receba alguma coisa ruim “residual” do passado. Por isso pode demorar um pouco para ela se dissipar. Desafiei milhares de pessoas a fazer esse pequeno exercício e fiquei admirado com a quantidade de gente que me disse depois que ele transformou as suas vidas. Garanto que a sua vida também se tornará surpreendente quando você parar de se concentrar nas coisas negativas – e de atraí-las, portanto.

Quer descobrir o que acontece quando você fica por 7 dias inteiros sem reclamar?

Aceite o desafio e descubra.

7ª Dica
Agradecer

Como Vencer o Pessimismo em 9 Simples e Práticas Dicas 23

Aqui vai outro desafio que pode ser praticado todas as manhãs, antes de você começar o seu dia.

Separe alguns poucos minutos para fazer uma lista das coisas pelas quais você se sente agradecido.

Shawn Achor, pesquisador de Harvard e autor do livro O Jeito Harvard de Ser Feliz, afirma que:

Algo tão simples quanto listar 3 coisas pelas quais você é grato por 21 dias seguidos aumenta, de maneira significativa, seu nível de otimismo pelos próximos 6 meses.

Quanto mais você se acostuma a se sentir grato, mais fácil fica para olhar em sua volta e encontrar mais coisas pelas quais você se sente grato. Dessa maneira, cada vez mais, você aumenta o seu otimismo e diminui o pessimismo.

8ª Dica
Praticar

Como Vencer o Pessimismo em 9 Simples e Práticas Dicas 25

Você já ouviu falar do termo mindfulness? A prática também tem se mostrado uma grande aliada na hora de superar o pessimismo.

No Livro Atenção Plena, Mark Willians e Danny Penman explicam:

Uma meditação típica consiste em concentrar toda a atenção na respiração. Isso permite que você observe os pensamentos surgindo em sua mente e, pouco a pouco, pare de lutar contra eles. Assim, você começa a perceber que os pensamentos vêm e vão por si próprios, e descobre que você não é seus pensamentos. Você pode observá-los enquanto aparecem de repente e enquanto desaparecem como uma bolha de sabão. Ao se dar conta disso, fica claro que pensamentos e sensações (mesmo os negativos) são transitórios e que você tem a opção de agir com base neles ou não. A atenção plena consiste em observar sem criticar e sem ser compassivo consigo mesmo. Quando a infelicidade e o estresse ocupam sua cabeça, em vez de levá-los para o lado pessoal, você aprende a tratá-los como se fossem apenas nuvens negras e a observá-los com curiosidade enquanto se afastam. Em essência, a atenção plena permite que você capte os padrões dos pensamentos negativos antes que eles o lancem em uma espiral descendente. Esse é o início do processo para retomar o controle de sua vida.

Não tente se livrar dos pensamentos a qualquer custo, mas observe com curiosidade quais são os padrões de pensamentos que você tem em cada dia e semana.

9ª Dica
Entender

Como Vencer o Pessimismo em 9 Simples e Práticas Dicas 27

Quando você começar a sentir pensamentos pessimistas, preste atenção na mensagem que existe por trás deles, descubra o que eles querem dizer para você.

No livro O Poder do Agora Eckhart Tolle afirma o seguinte:

Uma emoção negativa não poderia também conter uma mensagem importante? Por exemplo, se me sinto deprimido com frequência, será que pode ser um sinal de que existe alguma coisa errada com a minha vida e isso pode me forçar a olhar para a minha situação de vida e fazer mudanças?

Tanto o pessimismo como as emoções negativas podem ser alertas de que algo não vai bem na sua vida.

Portanto, além de se livrar do pessimismo, é necessário reconhecer o que as emoções ruins estão dizendo sobre você e sobre a sua vida.

Tentar se livrar do pessimismo e ignorar, por exemplo, o fato de que você está infeliz no trabalho ou no seu casamento não vai levá-lo muito longe.

É provável que você até consiga, por um tempo, se sentir melhor com as dicas acima, mas a causa do pessimismo não será tratada.

Então mais do que se livrar do pessimismo, é preciso tratar a causa do pessimismo, senão ele pode voltar mais forte do que nunca.

Conclusão

Quando pensa em ser otimista, um dos principais erros que você pode cometer é imaginar que uma pessoa otimista ignora as dificuldades ao redor e apenas espera que tudo dê certo, sem fazer nada a respeito.

Você dever ser otimista acreditando no seu potencial, mas agindo para que ele se concretize. Nada vai acontecer se você não fizer nada.

E o fato é que ou você aprende como vencer o pessimismo ou o pessimismo vai vencer você. E quando o pessimismo vence, você se torna uma pessoa infeliz.

Não importa quem você seja, como tenha sido criado ou em qual posição se encontre hoje. Sempre é possível superar o pessimismo.

Se hoje você se considera uma pessoa pessimista, amanhã você pode se tornar um otimista. Basta que você decida de verdade deixar de ser pessimista.

A escolha é sua.

Você vai escolher?

E se você quiser continuar a sua jornada de evolução pessoal para se tornar uma pessoa melhor e muito mais evoluída, eu te convido a conhecer o meu super treinamento online de desenvolvimento pessoal clicando aqui.

Garanta agora seu livro grátis para descobrir e copiar as 7 crenças que todas as pessoas de sucesso cultivam.

Sobre o autor

Rafael da Luz

Não existem limites, existe conhecimento. Você se torna capaz de alcançar qualquer sonho na vida quando aprende a se desenvolver como ser humano. O desenvolvimento pessoal é o caminho para que você realize tudo o que mais deseja na vida. Por isso, engrandeça.

Adicione um comentário

Compartilhar
Twittar
WhatsApp
Pocket