O Que é Meditação: 7 Validados Benefícios da Meditação

Monges tibetanos, sentados em uma caverna escura o dia inteiro, quase que sem contato com outras pessoas, vivendo à base de sopas e pão. Ou ainda, hippies com roupas cansadas que abraçam árvores e vivem em mundos transcendentais.

Essas eram as imagens que antigamente surgiam na minha cabeça quando eu ouvia e pensava sobre a palavra ‘meditação’.

Hoje eu não penso mais assim.

Eu era preconceituoso, mas me livrei do juízo pré-concebido e entendi os reais benefícios da meditação, que são comprovados pela ciência.

Eu não lembro quando foi – foi há bastante tempo –, mas em um dado momento eu ouvi alguém falar sobre meditação de uma forma completamente diferente, de uma maneira que se conectava com o meu mundo, com a minha mentalidade.

Então, como um bom estudioso, eu fui pesquisar mais a fundo.

Depois de ler pouco mais de uma dúzia de livros, realizar cursos e meditar há mais de 2 anos todos os dias, eu posso dizer que realmente entendi o que é meditação, assim como quais são os inúmeros benefícios da meditação que você precisa descobrir agora.

Aprender sobre meditação é imprescindível porque a vida hiperconectada, hiperativa e bastante estressante que eu e você vivemos requer a prática diária da meditação.

A meditação gera autoconhecimento, que é indispensável para você ter sucesso. A meditação é um treino mental, ela evolui o seu cérebro. Você quer evolui-lo?

A meditação gera tantos benefícios para as nossas vidas que eu não sei como ainda não é uma disciplina obrigatória no ensino básico.

Entra na categoria das dezenas de ensinamentos fundamentais de desenvolvimento pessoal que não aprendemos, mas que deveríamos aprender desde a primeira infância.

Por isso nos próximos parágrafos eu vou explicar brevemente sobre:

  • A história da meditação
  • O que é meditação
  • O objetivo da meditação
  • Benefícios da meditação para o cérebro e a saúde
  • Como iniciar a meditação

ATENÇÃO
Antes de continuar a sua leitura você pode baixar gratuitamente o meu novo livro digital As 7 Poderosas Crenças Para Viver Uma Vida Sem Limites clicando aqui.

A História da Meditação

O Que é Meditação: 7 Validados Benefícios da Meditação 1

Não se sabe claramente quando a meditação surgiu. Estima-se através de antigos registros escritos que, em 1500 a.C., a meditação fazia parte das primeiras escolas védicas hinduístas, na Índia.

De 600 a 400 a.C. outras versões próprias da prática de meditação surgiram associadas ao taoismo e confucionismo, na China, e ao budismo, na Índia.

Em 20 a.C. Fílon de Alexandria, no Império Romano do Ocidente, nomeou práticas que envolviam concentração e atenção.

No ano de 1200 d.C. os praticantes do sufismo (corrente mística e contemplativa do Islão) utilizavam o controle da respiração como técnicas específicas de meditação.

Apesar de não sabermos com precisão quando os seres humanos iniciaram as práticas de meditação, os especialistas concordam que as pessoas começaram a meditar antes do surgimento da civilização moderna, há milhares de anos.

Inclusive, achados arqueológicos propõem que os caçadores-coletores já praticavam alguns tipos de meditação, assim como os praticantes do xamanismo.

As práticas de meditação são muito amplas, muitas técnicas podem se enquadrar no conceito, por isso é difícil afirmar com exatidão quais são as origens dela.

Apesar de existirem muitas formas de meditação pelo mundo, a prática associada ao budismo, ensinada por Buda há aproximadamente 2.600 anos, é uma das mais conhecidas e uma das que mais se destaca mundialmente.

Mas diferentemente dos orientais, os ocidentais nunca se interessaram muito pela meditação.

Foi só a partir do século XX que a meditação começou a se tornar popular no Ocidente, com a chegada de grandes mestres do Oriente que vieram para cá como convidados para que dividissem seus conhecimentos e habilidades.

Em especial, as práticas meditativas foram popularizadas nos Estados Unidos por Paramahansa Yogananda, um iogue e guru indiano que definiu como missão de vida ensinar a meditação no Ocidente.

O Que Significa Meditação?

O Que é Meditação: 7 Validados Benefícios da Meditação 3

Afinal de contas, o que realmente significa meditação?

Antes de tudo, você deve saber que existem alguns tipos de meditação, por isso existem variações até contraditórias na definição exata de meditação.

Por um lado, você vai aprender que meditação é um exercício de foco, concentração e contemplação - uma prática onde você foca a sua mente em algo específico, um objeto, pensamento ou atividade específica com o intuito de alcançar um estado de clareza mental e emocional.

Por outro lado, você vai ver mestres falando que meditação não é concentração. Porque para se concentrar você usa a sua mente.

Você vai aprender que a meditação também não é contemplação. Porque ao contemplar você presta muita atenção em algo e prestar atenção não é meditar.

Você vai ai ouvir que a meditação é o meio-termo entre concentração e contemplação. A palavra que melhor pode definir a meditação é a percepção. A meditação pode ser traduzida como a arte de não fazer nada.

A meditação é uma prática em que você aprende a observar os seus pensamentos e sentimentos sem julgá-los ou atribuir rótulos, você apenas percebe que eles existem e deixa que passem sem se sentir parte ou se apegar a eles.

A meditação é uma prática de autoconhecimento. É olhar para dentro de si e perceber em silêncio a si próprio. É entrar em contato o seu centro, com o seu verdadeiro ser, com a consciência, a sua essência.

Meditar é simplesmente existir e perceber a sua existência. Você se torna um observador na montanha, que está entre as nuvens e apenas percebe o que passa ao seu redor. Você não faz nada, apenas para e observa.

Você descansa a mente e alcança um estado de consciência totalmente diferente do estado de vigília.

A meditação é um estado de paz profunda e silenciosa que ocorre quando a mente está calma, mas ainda assim alerta.

Independentemente da definição e da técnica que você utilize, a meditação é uma prática que gera benefícios cientificamente comprovados.

A meditação é um treino mental. Pode ser um treino de conscientização, percepção, contemplação ou concentração.

O quanto você treina não fazer nada? O quanto você está consciente de si mesmo? O quanto você é perceptivo? Qual é o nível do seu poder de atenção? Quantas vezes você para, para não fazer nada?

Você treina tudo isso.

Aprender - ou reaprender - a meditar é igual aprender qualquer outra habilidade. Você aprendeu a andar, falar, escovar os dentes etc. Da mesma maneira, você é capaz de aprender a meditar.

Pense na meditação como um músculo que você nunca exercitou. Se você deita em um banco de supino, você exercita prioritariamente os seus músculos do peitoral. E quando você medita, você exercita a sua mente.

A arte de não fazer nada é extremamente simples e, ao mesmo tempo, complexa.

A simplicidade surge porque você pode meditar em qualquer hora, em qualquer lugar, de várias maneiras. A complexidade aparece porque nossa mente agitada não foi condicionada para meditar, por isso temos dificuldades.

Ao mesmo tempo em que é natural meditar, não é. É natural porque nos tempos remotos éramos meditadores natos, mas hoje não mais em função de nossa sociedade, cultura, valores e da vida contemporânea que vivemos.

Meditação é Não Pensar em Nada?

O Que é Meditação: 7 Validados Benefícios da Meditação 5

Um conceito muito difundido é o de que meditação é “não pensar em nada”.

Só que não pensar em nada é extremamente difícil. A mente pensa o tempo inteiro, é a natureza dela.

E aí quando você tenta meditar e não consegue “não pensar em nada”, porque a sua mente pensa sem parar, você acredita que isso não é para você.

Mas calma, você não está acostumado a parar para meditar.

A sua mente não foi treinada para se acalmar, você veio treinando a mente ao longo dos anos através de inúmeros estímulos diários para que ela fosse agitada e estressada. No início, quando você começa a meditar, os pensamentos surgem sem parar.

Por isso você precisa treinar a mente aos poucos. É uma readaptação. É um novo treinamento, agora totalmente consciente.

Demora um pouco para que você aprenda a ficar confortável com a própria mente. Existirão adversidades, mas elas fazem parte do processo de meditação e são necessárias para a sua evolução.

Meditar é para qualquer pessoa. Independentemente da sua religião ou das suas crenças você pode e deve começar a meditar.

A meditação não faz parte de nenhuma religião, ela diz muito menos respeito sobre a fé em que você se apoia e muito mais sobre como se tornar mais focado, perceptivo, assertivo, relaxado, calmo, pacífico e consciente dos seus pensamentos, fala e ações.

A meditação é uma maneira de ir para dentro de si mesmo, de perceber que você não é o corpo e você não é a mente. É um modo de fixar em nós mesmos, no mais profundo centro do nosso ser; e uma vez que você encontrou o seu centro, você terá encontrado tanto suas raízes quanto suas asas.

Osho

Qual é o Objetivo da Meditação?

O Que é Meditação: 7 Validados Benefícios da Meditação 7

O grande objetivo da meditação é entrar em contato com a sua essência e evoluir como pessoa. É encontrar o estado de silêncio interior.

A partir da meditação você diminui o sofrimento, os medos, os julgamentos, as dores. Você se torna calmo, sereno, feliz. Você passa a conhecer a si mesmo.

O objetivo da meditação é ultrapassar a sua mente e experimentar a sua natureza. A própria mente é o grande obstáculo entre você e a sua essência.

A mente é indisciplinada e altamente resistente. É difícil disciplinar ou levar a mente para um caminho específico. É como se a mente tivesse uma mente própria.

Muitas pessoas tentam meditar, mas nunca atingem a quietude interior necessária para se encontrarem consigo mesmas. Por isso é preciso treinar.

O objetivo da meditação é treinar cada vez mais a sua mente para evoluir positivamente. Você consegue transformar a sua mente quando entende quais são os hábitos e padrões específicos dela.

Mas esteja consciente para o fato de que não existe meditação perfeita. É simples, mas não é fácil. O caminho é mais importante do que o objetivo final. O mais importante é meditar consistentemente, e não criar expectativas para que aconteça algo extraordinário.

Não medite com o objetivo de que você “precisa sentir alguma coisa acontecer”. Simplesmente medite, e mais nada. Sem expectativas.

A consistência é o fator-chave. Com paciência e regularidade você se aprofunda cada vez mais nos níveis de pacificidade e energização, o que pode fazer com que você tenha uma nova compreensão da vida e do mundo.

7 Benefícios da Meditação

O Que é Meditação: 7 Validados Benefícios da Meditação 9

Por bastante tempo o Ocidente resistiu à meditação porque ela era vista como uma prática religiosa. Além disso, existia a crença de que para meditar era preciso se isolar do mundo, como um monge budista, por exemplo.

Foi somente nas décadas de 1960 e 1970 que pesquisadores e professores começaram a testar e aprender sobre os grandes benefícios da meditação.

O Dr. Herbert Benson, professor de Harvard, é considerado pioneiro nos estudos a respeito dos benefícios e da eficácia da meditação. Seus artigos e livros fizeram com que outros pesquisadores também despertassem o interesse pela meditação.

Na década de 1970 os Beatles aderiram à meditação, assim como empreendedores, atletas de alta performance e atores de Hollywood nos anos 90.

Ok, interessante. Mas por que meditar?

Seguem 7 incríveis benefícios da meditação.

1. Risco Cardiovascular

O Que é Meditação: 7 Validados Benefícios da Meditação 11

Em um estudo da American Heart Association foram revisitados sistematicamente mais de 400 estudos realizados a respeito dos possíveis benefícios da meditação sobre o risco de doenças cardiovasculares.

A conclusão da organização foi que existe plausibilidade biológica para afirmar que a meditação pode gerar benefícios sobre o risco cardiovascular e a prática pode ser considerada um complemento à redução do risco de doenças cardiovasculares.

2. Dor Crônica

O Que é Meditação: 7 Validados Benefícios da Meditação 13

Uma revisão de estudos realizada por Fadel Zeidan, da Wake Forest University, e David Vago, do Hospital Brigham and Women, demonstrou que a meditação diminui significativamente os sintomas da dor crônica, incluindo fibromialgia, enxaqueca, dor pélvica, síndrome do intestino irritável, entre outras.

3. Ansiedade

O Que é Meditação: 7 Validados Benefícios da Meditação 15

Em um estudo realizado por pesquisadores da Wake Forest School of Medicine foi constatado que a meditação reduz a ansiedade através de mecanismos envolvidos na regulação dos processos de pensamentos autorreferenciais.

4. Leitura, Concentração e Memória

O Que é Meditação: 7 Validados Benefícios da Meditação 17

Já outro Estudo, realizado pelo Departamento de Ciências Psicológicas e Cerebrais da Universidade da Califórnia em Santa Barbara, verificou que em apenas duas semanas, a prática da meditação melhorou a compreensão de leitura, a concentração e a memória dos participantes, além de diminuir a distração mental.

5. Desempenho no Trabalho

O Que é Meditação: 7 Validados Benefícios da Meditação 19

Pesquisadores japoneses decidiram investigar a associação entre a meditação e o desempenho no trabalho. Eles fornecerem evidências de que a prática da meditação pode influenciar positivamente o engajamento, o desempenho subjetivo e a satisfação das pessoas no trabalho.

6. Insônia Crônica

O Que é Meditação: 7 Validados Benefícios da Meditação 21

6 PhD’s dos Estados Unidos e Canadá realizaram um estudo com 54 adultos com insônia crônica e concluíram que a meditação parece ser uma opção de tratamento benéfica para pessoas com insônia crônica, sendo uma alternativa aos tratamentos tradicionais.

7. Evolução Cerebral

O Que é Meditação: 7 Validados Benefícios da Meditação 23

Sara Lazar, uma neurocirurgiã do Hospital Geral de Massachusetts, descobriu em um estudo realizado com praticantes experientes de meditação versus não praticantes que a meditação está associada ao aumento da espessura do cérebro e pode modificar as áreas importantes para o processamento sensorial, cognitivo e emocional.

Sara descobriu através de exames de ressonância magnética que o córtex pré-frontal, a área mais recente e desenvolvida do cérebro, em meditadores experientes com mais 50 anos possuía a mesma quantidade de massa cinzenta que o córtex pré-frontal de jovens com 25 anos que não meditavam.

Mas Sara Lazar não parou por aí e realizou outro estudo. Os cérebros de 16 pessoas que meditaram regularmente durante 8 semanas foram comparados com os cérebros de 17 pessoas que não meditaram durante o mesmo tempo.

Após as 8 semanas, a neurocirurgiã descobriu que o grupo que meditou com regularidade teve um aumento nas áreas cerebrais que envolvem a memória, aprendizagem, perspectiva e as emoções.

Eu poderia citar inúmeros estudos mostrando outros grandes benefícios das práticas meditativas, como a diminuição do estresse e a melhora do sistema imunológico, por exemplo, mas acredito que você já percebeu que a meditação é extremamente benéfica.

Mas então, como começar a meditar?

Como Iniciar a Meditação

O Que é Meditação: 7 Validados Benefícios da Meditação 25

Iniciar alguma prática meditativa é mais fácil do que você pode imaginar e talvez você até se surpreenda por achar tão simples.

Como existem inúmeras práticas de meditação, e cada pessoa se dá melhor com uma delas, eu resolvi criar um guia passo a passo para ensina-lo como meditar.

Você só precisa de uma coisa para iniciar a meditação neste exato momento: o desejo.

Você deseja começar a meditar agora mesmo? Então aprenda o passo a passo.

Conclusão

Você entendeu claramente o que é meditação, assim como o que não é a meditação.

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, inclusive eu já havia pensado, a meditação não é uma prática religiosa, uma moda e muito menos uma prática exclusiva para monges reclusos.

A meditação é um treino mental que permite que você se encontre consigo mesmo, passe a conhecer melhor a si próprio e evolua muito como pessoa.

As práticas meditativas apresentam comprovações científicas e os benefícios da meditação são holísticos porque englobam cérebro, corpo, mente, saúde e qualidade de vida.

Como eu disse, medito há mais de 2 anos todos os dias. Por isso eu posso dizer com propriedade que os benefícios são notáveis.

Muitas vezes eu não tenho vontade de meditar, mesmo assim eu medito. E sabe do que mais? Eu nunca me arrependo. Sempre é muito bom.

E se você ainda não medita, por que você não medita? Você acredita que vale a perna perder todos os inúmeros benefícios da prática?

Sabe o que você deve fazer agora? Comece a meditar! É muito simples, você consegue.

Para isso, basta subir um pouco a página e clicar no link para ler o passo a passo.

Você já medita?

Então me conte nos comentários agora quais foram os benefícios que a meditação trouxe para a sua vida porque assim você vai encorajar outras pessoas a também meditarem 😉

E por último, se você busca a evolução contínua e o aprimoramento pessoal, conheça o meu treinamento avançado de desenvolvimento pessoal.

Descubra como mudar de vida radicalmente e passo a passo.

Sobre o autor

Rafael da Luz

Não existem limites, existe conhecimento. Você se torna capaz de alcançar qualquer sonho na vida quando aprende a se desenvolver como ser humano. O desenvolvimento pessoal é o caminho para que você realize tudo o que mais deseja na vida. Por isso, engrandeça.

Adicione um comentário

16 Compart.
Compartilhar
Twittar
WhatsApp
Pocket