O Que Fazer Para Ser Feliz: Os 5 Hormônios da Felicidade

Desde os tempos mais primórdios, até os dias de hoje, todo ser humano deseja ser feliz.

Quem não quer ser feliz?

Nós não só desejamos a felicidade, como buscamos consciente e inconscientemente durante uma vida inteira por ela.

Só que em muitos momentos não encontramos a felicidade que tanto buscamos.

Não é verdade?

Então o que fazer para ser feliz de uma vez por todas? Como ser mais feliz e levar uma vida mais satisfatória?

Do ponto de vista filosófico, não são perguntas fáceis de serem respondidas. Porque a felicidade é muito subjetiva. Para mim pode ser uma coisa, já para você é outra.

A felicidade é um problema individual. Aqui, nenhum conselho é válido. Cada um deve procurar, por si, tornar-se feliz.

Sigmund Freud

Felicidade é ter algo o que fazer, ter algo que amar e algo que esperar.

Aristóteles

A melhor maneira de ser feliz é contribuir para a felicidade dos outros.

Confúcio

Não existe um caminho para a felicidade. A felicidade é o caminho.

Thich Nhat Hanh

Enfim, a felicidade do ponto de vista filosófico só pode ser encontrada por você. É uma busca interna e extremamente subjetiva.

Mas se existe algo que é comum a todos os homens e mulheres é o cérebro humano, essa máquina fantástica que gerencia a nossa vida.

E a química cerebral funciona de maneira igual para todos os seres humanos, por isso você pode induzir a felicidade na sua vida aprendendo a estimular os principais hormônios da felicidade.

Este artigo não tem o intuito de ajudá-lo a encontrar a felicidade abstrata, abordada nas filosofias, nos poemas, nas religiões etc.

A intenção aqui é que você entenda como induzir intencionalmente a felicidade física, desencadeada por reações bioquímicas.

Você tem interesse em descobrir?

ATENÇÃO
Antes de continuar a sua leitura você pode baixar gratuitamente o meu novo livro digital As 7 Poderosas Crenças Para Viver Uma Vida Sem Limites clicando aqui.

Como Ser Mais Feliz

O Que Fazer Para Ser Feliz: Os 5 Hormônios da Felicidade 1

Como você entendeu até aqui, não existe uma fórmula mágica para ser feliz porque a definição de felicidade não é igual para todos.

Mas você vai descobrir agora a fórmula química da felicidade, que é composta basicamente por 5 hormônios.

Quando você faz com que o seu cérebro libere algum destes hormônios no seu corpo, inevitavelmente a felicidade surge na sua vida.

É concreto, não abstrato.

Por isso, conscientemente, você pode criar um estilo de vida que faça com que o seu cérebro estimule cada um dos hormônios no seu organismo.

Os Hormônios da Felicidade

O Que Fazer Para Ser Feliz: Os 5 Hormônios da Felicidade 3

Primeiramente, o que é um hormônio?

Um hormônio é uma substância química específica produzida por neurônios especializados ou pelo sistema endócrino – um conjunto de glândulas que têm como principal função a secreção de hormônios.

Os hormônios são extremamente importantes para o controle do funcionamento do organismo humano.

Na verdade, não existem hormônios da felicidade. Em termos científicos, eles são neurotransmissores. Mas como são popularmente conhecidos como hormônios, vou manter esta nomenclatura.

Sendo assim, os hormônios – ou neurotransmissores – da felicidade têm esse nome justamente porque, de maneiras diferentes, geram felicidade.

Sempre que você sente felicidade, alegria, bem-estar, contentamento, paz, satisfação e euforia, um ou mais hormônios estão agindo no seu corpo.

Os principais hormônios da felicidade são 5:

  1. Dopamina
  2. Serotonina
  3. Endorfina
  4. Anandamida
  5. Ocitocina

O Que é Dopamina

O Que Fazer Para Ser Feliz: Os 5 Hormônios da Felicidade 5

A dopamina pode ser conhecida como o hormônio da motivação.

A dopamina é um neurotransmissor que ajuda a controlar os centros de prazer e recompensa do cérebro, além de ajudar a regular as respostas emocionais e nos permitir agir para avançar em direção às recompensas.

Sem a dopamina você seria pouco humano porque ela é a principal força motora por trás das suas ações e relações interpessoais.

A dopamina influencia:

  • Movimentos corporais
  • Memória
  • Foco e atenção
  • Sensação de prazer
  • Processamento da dor
  • Humor
  • Sexo
  • Dependência em drogas
  • Cognição
  • Sono
  • Motivação
  • Criatividade
  • Personalidade

Dopamina em Baixa

Quando você tem pouca dopamina, você se sente desmotivado, deprimido, entediado, desconcentrado, apático, desesperançoso e ansioso. Você também apresenta dificuldades em sentir prazer.

Inclusive, algumas doenças podem ser causadas pela baixa de dopamina: TDAH, fobia social, depressão e doença de Parkinson.

A baixa de dopamina também pode induzir pessoas a desenvolverem vício em drogas, porque as drogas aumentam a dopamina no cérebro.

Como Liberar Dopamina

Alimentação: através da alimentação você pode aumentar os níveis de dopamina no cérebro. Ingira especialmente alimentos ricos em tirosina, que é um aminoácido.

Alimentos ricos em tirosina: ovos, carne de porco, queijo cottage, camarão, caranguejo, bacalhau, atum, salmão, algas, sementes, abacate, rabanete, brócolis, salsa, tomate, espinafre, couve, castanha-de-caju, castanha-do-pará e nozes.

Café: outra maneira de liberar dopamina é beber café. A cafeína não produz mais dopamina, mas ela possibilita que os receptores usem a dopamina produzida pelo organismo com mais facilidade.

Exposição ao sol: o sol eleva a sua sensibilidade de dopamina porque a luz solar influencia a quantidade de receptores disponíveis para que o seu corpo use a dopamina, da mesma maneira que a cafeína. Então tome sol por pelo menos 10 minutos ao dia para estimular o aumento de dopamina.

Criar metas: quando você está prestes a atingir uma meta, o seu corpo libera dopamina. Lembre-se que a dopamina está altamente relacionada com motivação, prazer e recompensa. As metas envolvem motivação, prazer e recompensa.

Então comece a definir pequenos e exatos passos para os seus dias. Dessa forma você mostra ao cérebro que está constantemente concretizando metas e assim mais dopamina é liberada no seu organismo.

Meditação: quando você medita o seu corpo relaxa profundamente, de modo que você fica menos propenso a agir. E aí o corpo pode aumentar a dopamina para que você comece a agir.

A dopamina é o primeiro hormônio da felicidade, vamos para o próximo.

O Que é Serotonina

O Que Fazer Para Ser Feliz: Os 5 Hormônios da Felicidade 7

O segundo hormônio da felicidade é a serotonina, conhecida popularmente com o hormônio do bom humor.

A serotonina é principalmente encontrada no sistema digestivo, apesar de também estar nas plaquetas e em todo o sistema nervoso central.

A serotonina geralmente flui para o corpo quando você se sente importante. Por exemplo, quando você ajuda outra pessoa.

A serotonina desempenha papel fundamental em diversos fatores:

  • Apetite
  • Sono
  • Vômito
  • Humor
  • Agressão
  • Ira
  • Temperatura corporal
  • Coagulação sanguínea
  • Saúde óssea
  • Saciedade
  • Atividade sexual
  • TPM
  • Aprendizagem e memória

Serotonina em Baixa

A baixa de serotonina no seu corpo causa sintomas muito indesejados: mau humor pela manhã, irritabilidade, dificuldade de concentração e aprendizagem, sonolência diurna, cansaço e vontade de ingerir doces.

A falta de serotonina também está ligada a graves problemas como insônia, ansiedade, problemas digestivos, desinteresse sexual, declínio cognitivo e depressão.

Como Liberar Serotonina

Alimentação: para aumentar a serotonina através da alimentação, ingira alimentos ricos em triptofano: carne de frango, salmão, peru, ovos, bananas, carnes e peixes.

Quando a insulina aumenta, mais triptofano consegue penetrar no cérebro. Então você pode selecionar alimentos saudáveis que aumentam a insulina de maneira moderada, como batata-doce, maçãs, mirtilos, cenouras e grão-de-bico.

Fuja dos carboidratos simples como pães, bolos, massas e doces em geral porque em longo prazo eles causam sérios danos à sua saúde.

Além disso, ingira alimentos ricos em magnésio: abacate, aveia, espinafre, sementes de abóbora, semente de gergelim, semente de linhaça, amêndoas, castanha-do-pará e castanha-de-caju.

Exercícios físicos: realizar exercícios físicos também aumenta a liberação de serotonina no seu corpo. Quanto mais você se exercita, mais serotonina disponível você tem.

Suplementação: alguns suplementos naturais podem ajudá-lo a elevar os seus níveis de serotonina: 5-HTP, l-triptofano, ácido fólico, erva-de-são-joão, vitaminas B6 e B12.

O Que é Endorfina

O Que Fazer Para Ser Feliz: Os 5 Hormônios da Felicidade 9

A endorfina, o terceiro hormônio da felicidade, pode ser considerada o neurotransmissor do relaxamento e bem-estar. A endorfina aumenta a autoestima, reduz ansiedade e sintomas depressivos.

A endorfina também produz uma sensação bastante analgésica, próxima da morfina, que relaxa o corpo e a mente. A endorfina é o analgésico interno do corpo humano.

A endorfina tem efeitos significativos para:

  • Melhorar o bom humor
  • Melhorar os níveis de concentração
  • Melhorar a vida sexual
  • Eliminar os radicais livres, desacelerando o envelhecimento
  • Fortalecer o sistema imunológico
  • Melhorar a memória
  • Aliviar dores
  • Aumentar a disposição mental e física
  • Diminuir o estresse
  • Regular o intestino
  • Regular o sono

Endorfina em Baixa

Quando a endorfina está em baixa no seu corpo, você pode apresentar comportamentos impulsivos, dificuldades para dormir, dores musculares, ansiedade, mau humor e tristeza.

Como Liberar Endorfina

Alimentação: para liberar endorfina, o chocolate é um grande alimento – de preferência o meio amargo. O fato é que o chocolate libera outro hormônio, chamado feniletilamina, que libera endorfina.

Exercícios físicos: uma das formas mais poderosas de liberar endorfina no seu corpo é praticar exercícios físicos.

Sorrir: rir libera endorfina no corpo humano, mesmo que seja um riso forçado. Então ria propositalmente ou assista programas/vídeos de comédia.

Sexo: fazer sexo é uma poderosa maneira para liberar endorfina porque quando você atinge o orgasmo, automaticamente a endorfina é secretada.

Música: ouvir música, e principalmente participar da criação de uma música, libera endorfina no organismo humano.

Vamos para o quarto hormônio da felicidade: anandamida.

O Que é Anandamida

O Que Fazer Para Ser Feliz: Os 5 Hormônios da Felicidade 11

Já chamaram a anandamida de o hormônio da “maconha natural do cérebro”. Isso porque a anandamida é um neurotransmissor canabinoide produzido pelo seu próprio corpo.

A nomenclatura canabinoide é utilizado porque a anandamida apresenta funções parecidas ao THC, o principal agente químico da maconha.

O THC imita o funcionamento da anandamida ao se conectar nos mesmos receptores utilizados pela anandamida no cérebro.

De modo simplista, posso dizer que a maconha ocupa no cérebro o mesmo espaço que a anandamida. Só que o efeito gerado pela maconha é muito curto e, como você já sabe, a droga apresenta uma série de efeitos negativos para o corpo.

Além disso, o cérebro sempre libera a quantidade ideal da anandamida para realizar o desempenho adequado de suas funções, o que não ocorre com usuários de maconha, que fumam para obter os efeitos recreativos da droga e não para regular as funções fisiológicas.

A anandamida está relacionada com:

  • Dores
  • Ansiedade
  • Depressão
  • Recompensa
  • Fome
  • Memória
  • Humor
  • Reprodução e fertilidade
  • Sono
  • Percepção das sensações

Anandamida em Baixa

Quando a anandamida está em baixa, apresenta diversos sintomas negativos como: enxaqueca, espasmos musculares, intestino irritável, inflamações, desaceleração do metabolismo, dor crônica, desequilíbrios de humor, ansiedade, estresse, insônia, irritabilidade elevada e até depressão.

Como Liberar Anandamida

Correr: no caso da anandamida, especificamente a corrida é capaz de aumentar os níveis do hormônio no organismo cerca de meia hora após ter sido praticada. Correr aumenta ao mesmo tempo a endorfina e a anandamida.

Chocolate: o chocolate aumenta a anandamida de duas maneiras. Primeiro, ele estimula os receptores da anandamida. E em segundo lugar, bloqueia a metabolização do hormônio, fazendo com que maior quantidade permaneça no corpo.

Kaempferol: ingerir kaempferol, um flavonoide presente em vários alimentos, inibe a produção de uma enzima que decompõe a anandamida. Alguns alimentos que contém kaempferol são: maçãs, tomates, batatas, cebolas, brócolis e uvas.

O Que é Ocitocina

O Que Fazer Para Ser Feliz: Os 5 Hormônios da Felicidade 13

Conhecida como o hormônio do amor, a ocitocina ou oxitocina é um hormônio que tem como funções principais reduzir o sangramento durante o parto, estimular a liberação do leite materno, produzir parte do prazer do orgasmo, modular a sensibilidade ao medo do desconhecido, promover as contrações musculares uterinas e desenvolver apego e empatia entre as pessoas.

A ocitocina influencia diretamente:

  • Ansiedade
  • Depressão
  • Prazer
  • Amamentação
  • Estresse
  • Bem-estar social e coletivo
  • Afetividade
  • Medo

Ocitocina em Baixa

Quando a ocitocina está em baixa no seu organismo, você pode apresentar sintomas como agressividade, falta de prazer nas relações sexuais, medo de interagir com outras pessoas, humor triste e depressivo, dificuldade para dormir, estresse, irritabilidade e até depressão.

Como Liberar Ocitocina

Contato físico: o contato físico com outras pessoas e até com animais faz com que o seu corpo libere ocitocina. Abraços, beijos e carícias liberam o hormônio.

Expressar afeto: não é apenas o afeto físico que libera ocitocina, mas o afeto verbal também. Dizer “eu te amo” para as pessoas que você realmente ama aumenta a ocitocina. Falar para os seus amigos o quanto eles são importantes na sua vida, também.

Ouvir com atenção: fazer contato visual e ouvir as outras pessoas com apreciação e atenção sinceras é outra maneira de aumentar a ocitocina.

Doar-se ou voluntariar-se: outro jeito de aumentar a ocitocina no seu corpo é doar dinheiro ou tempo para indivíduos ou organizações que precisam de ajuda.

Compartilhe um momento de adrenalina: atividades moderadamente estressantes que são compartilhadas com outras pessoas aumentam os níveis de ocitocina no seu organismo. Por exemplo, um passeio em uma montanha-russa, uma escalada ou um salto de paraquedas. Na realidade, qualquer aventura compartilhada aumenta os níveis do hormônio no seu corpo.

Conclusão

A felicidade, como você entendeu, pode ter muitas definições e pode ser alcançada de várias formas.

Não existe um passo a passo que mostre exatamente para você o que fazer para ser feliz.

Porém, como você aprendeu, é possível descobrir como ser mais feliz aprendendo a induzir a química cerebral da felicidade. Ela é concreta, real e igual para todos. Não há como fugir disso.

Então você pode induzir a felicidade no seu organismo liberando os 5 hormônios da felicidade: dopamina, serotonina, endorfina, anandamida e ocitocina.

Se na maior parte do dia você se sente triste, a resposta pode estar puramente na falta de hormônios da felicidade circulando no seu corpo.

Porque não existe infelicidade, existe falta de felicidade. Entendeu?

Não existe nenhum hormônio no corpo que gere infelicidade, apenas hormônios que geram felicidade. Portanto, se você vem se sentindo infeliz, os hormônios da felicidade estão em falta no seu organismo.

Por isso o ideal é que você crie um estilo de vida que envolva produzir e liberar consistentemente todos os hormônios da felicidade no seu organismo. Dessa forma você vai se tornar naturalmente feliz.

Todas as dicas apresentadas para aumentar os hormônios da felicidade se complementam e funcionam melhor em conjunto. Muitas vezes, você não libera apenas um hormônio, mas vários ao mesmo tempo.

Agora você não pode aceitar mais ficar infeliz, porque você aprendeu o que precisa ser feito.

A partir de agora, você ainda vai aceitar se sentir infeliz?

Faça o que precisa ser feito e seja mais feliz.

Qual dos hormônios citados você sente que mais está em falta no seu corpo ultimamente? E o que você vai fazer a respeito disso?

E se você está comprometido em mudar e transformar a sua vida, conheça o meu método avançado de mudança e transformação pessoal.

Garanta agora seu livro grátis para descobrir e copiar as 7 crenças que todas as pessoas de sucesso cultivam.

Sobre o autor

Rafael da Luz

Não existem limites, existe conhecimento. Você se torna capaz de alcançar qualquer sonho na vida quando aprende a se desenvolver como ser humano. O desenvolvimento pessoal é o caminho para que você realize tudo o que mais deseja na vida. Por isso, engrandeça.

Adicione um comentário

Compartilhar
Twittar
WhatsApp
Pocket