Resumo do Livro Ansiedade (Augusto Cury)

Resumo do Livro Ansiedade (Augusto Cury) 1Você já reparou como todos, sem exceção, se tornaram muito ansiosos nos dias de hoje?

O livro Ansiedade, escrito por Augusto Cury, tem como principal base a temática da ansiedade e como a falta de paciência está afetando as pessoas que vivem nos tempos atuais.

O mundo mudou muito desde o tempo dos nossos avós. E o fato é que, infelizmente, nós somos uma das gerações mais ansiosas de todos os tempos.

A grande verdade é que ou você aprende a lidar com a ansiedade ou ela vai acabar com a sua qualidade de vida, em função de todas as consequências negativas que a ansiedade gera.

Portanto, se você quiser se livrar deste mal, leia agora o resumo do livro Ansiedade.

ATENÇÃO
Antes de continuar a sua leitura você pode baixar gratuitamente o meu novo livro digital As 7 Poderosas Crenças Para Viver Uma Vida Sem Limites clicando aqui.

Qual é o Mal do Século?

Resumo do Livro Ansiedade (Augusto Cury) 3

Augusto Cury começa o livro falando sobre a ironia de vivermos na era da indústria do entretenimento e ao mesmo tempo todos sofrermos com o tédio, embora muitos pensem que o mal do século seja a depressão, um mal que talvez seja ainda pior é a ansiedade.

O excesso de informações e de pensamentos pode viciar, por isso é importantíssimo nós desacelerarmos os pensamentos a aprendermos a gerir nossas mentes.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, 1,4 bilhões de pessoas vão desenvolver depressão, o que corresponde a 20% da população mundial, porém, a síndrome do pensamento acelerado provavelmente atinge mais de 80% das pessoas.

O Sistema de Ensino Falho

Resumo do Livro Ansiedade (Augusto Cury) 5

O sistema educacional clássico é falho e está formando pessoas para uma sociedade estressante, pois leva os alunos da pré-escola à pós-graduação a conhecer milhões de dados sobre o mundo em que vivemos, mas nada sobre nós mesmos, ou seja, o mundo psíquico.

A educação clássica muito raramente ensina ao estudante as ferramentas básicas para que ele aprenda a habilidade de filtrar estímulos estressantes, proteger a emoção, gerenciar os pensamentos, pensar antes de reagir, ser resiliente e, desse modo, aliviar pelo menos um pouco os graves sintomas da Síndrome do Pensamento Acelerado.

Realmente Somos Livres?

Resumo do Livro Ansiedade (Augusto Cury) 7

O filósofo francês Jean-Paul Sartre defendeu a ideia de que o ser humano está condenado a ser livre.

Augusto Cury afirma que se você olhar para o comportamento externo, não há dúvida de que Sartre estava correto. Por exemplo: um presidiário pode ter seu o corpo confinado atrás das grades, mas a sua mente é livre para pensar, fantasiar, sonhar e imaginar.

Mas ao observarmos atentamente o processo de construção de pensamentos essa tese pode ser romântica e ingênua, pois não somos livres como gostaríamos de ser no âmago do intelecto.

Nós construímos pensamentos a partir de informações arquivadas em nossa memória. Todas as ideias, a criatividade e a imaginação nascem da união entre um estímulo e a leitura da memória, que opera em milésimos de segundo.

Nós não temos consciência dessa leitura e organização de dados que ocorre em nossa mente em altíssima velocidade. Milhares de experiências que fazem parte do nosso banco de dados da primeira infância, como rejeições, perdas, contrariedades e medos, foram produzidas sem que nós pudéssemos controlá-las, filtrá-las e rejeitá-las.

Como adultos, nós podemos fazer escolhas, mas elas são pautadas pela base de dados que já temos, e, portanto, a nossa liberdade não é plena como Sartre pensava.

Para Augusto Cury, a construção de pensamentos não é unifocal, mas multifocal, isso quer dizer, ela não depende apenas da vontade consciente, ou seja, do Eu, mas também de fenômenos inconscientes.

Somente essa tese já é suficiente para demonstrar que a mente humana é muito mais complexa do que postulam a psicanálise, as teorias comportamentais, as teorias cognitivas, as teorias existencialistas, as teorias sociológicas e as teorias psicolinguísticas.

A Teoria da Inteligência Multifocal

Resumo do Livro Ansiedade (Augusto Cury) 9

Cury criou a Teoria da Inteligência Multifocal, teoria que talvez tenha sido a primeira a detectar que a construção de pensamentos é tão complexa que, além do Eu, há três outros fenômenos que constroem cadeias de pensamentos.

O nome multifocal surge porque a teoria aborda tanto a construção de pensamentos conscientes, como inconscientes.

Síndrome do Pensamento Acelerado (SPA)

Resumo do Livro Ansiedade (Augusto Cury) 11

Augusto Cury continua o livro falando que pesquisas revelam que 80% dos jovens do mundo apresentam sintomas de timidez e insegurança.

E se nós considerarmos a Síndrome do Pensamento Acelerado como um transtorno de ansiedade, será difícil encontrar alguém que tenha uma saúde psíquica plena.

A Síndrome do Pensamento Acelerado é diferente da hiperatividade. Elas possuem sintomas semelhantes, porém com causas diferentes.

Na hiperatividade, há um fundo genético. Frequentemente, um dos pais é hiperativo. Além disso, a agitação e a inquietação de uma pessoa hiperativa se manifestam já na primeira infância, enquanto na Síndrome do Pensamento Acelerado a inquietação é construída pouco a pouco, ao longo dos anos

Entre as causas da Síndrome do Pensamento Acelerado estão o excesso de estimulação, de brinquedos, de atividades e de informação.

Ansiedade Vital

Resumo do Livro Ansiedade (Augusto Cury) 13

Cury também aborda a ansiedade vital, que é gerada pela solidão da consciência virtual. Ela é saudável, pois movimenta todo o processo de construção do psiquismo, sejam pensamentos, ideias, personagens, ambientes, desejos, aspirações.

Mas ela se torna doentia quando contrai o prazer de viver, a criatividade, a generosidade, a afetividade, a capacidade de pensar antes de reagir, a habilidade de se reinventar, o raciocínio multifocal, entre outros.

Gatilho da Memória

Resumo do Livro Ansiedade (Augusto Cury) 15

No livro também é explicado o gatilho da memória. Ele é o primeiro dos fenômenos inconscientes que constroem pensamentos que se apresenta.

O gatilho da memória é acionado quando entramos em contato com cada estímulo extra psíquico como luz, sons, estímulos táteis, gustativos e olfativos ou com cada estímulo intrapsíquico como imagens mentais, pensamentos, fantasias, desejos e emoções.

Inclusive, o gatilho da memória também é acionado com determinados estímulos orgânicos como substâncias metabólicas, déficit de neurotransmissores e drogas psicoativas.

Janelas da Memória

Resumo do Livro Ansiedade (Augusto Cury) 17

Cury também aborda o conceito de janelas da memória: áreas de leitura da memória em um determinado momento existencial.

São arquivos em que o Eu, o gatilho e o autofluxo se ancoraram para ler, utilizar as informações e construir o pensamento.

Por isso Cury refuta algumas teses de que a personalidade de um indivíduo não pode ser alterada. Porque a personalidade se desloca ou se transforma quando se muda a base das janelas da memória e quando o Eu é equipado para ser líder de si mesmo.

Cury também explica os diferentes tipos de janelas da memória existentes: janelas neutras, janelas killer e janelas light.

As janelas neutras correspondem a mais de 90% de todas as áreas da memória. Elas contêm milhões de informações “neutras”, em tese, sem conteúdo emocional, tais como números, endereços, telefones, informações escolares, dados corriqueiros, conhecimentos profissionais etc.

As janelas killer correspondem a todas as áreas da memória que têm conteúdo emocional angustiante, fóbico, tenso, depressivo, compulsivo. São as janelas traumáticas ou zonas de conflito.

As janelas light correspondem a todas as áreas de leitura da memória que contêm prazer, serenidade, tranquilidade, generosidade, flexibilidade, sensibilidade, coerência, ponderação, apoio, exemplos saudáveis etc.

O Fenômeno do Autofluxo e o Eu

Resumo do Livro Ansiedade (Augusto Cury) 19

Augusto Cury também fala sobre o que seria o fenômeno do autofluxo e o Eu.

O Eu faz uma leitura lógica, dirigida e programada da memória, ainda que em algumas vezes seja distorcida e destituída de profundidade.

A leitura do autofluxo é diferente da do Eu. O autofluxo faz uma varredura inconsciente, aleatória e não programada dos mais diversos campos da memória, produzindo pensamentos, imagens mentais, ideias, fantasias, desejos e emoções.

Um dos grandes objetivos desse fenômeno inconsciente é produzir a maior fonte de entretenimento, distração, motivação e inspiração do ser humano.

Os 6 Tipos de “Eu” Existentes

Resumo do Livro Ansiedade (Augusto Cury) 21

Cury lista os 6 tipos de Eu existentes.

  1. Eu gerente: são as pessoas cujo Eu aprendeu a gerenciar seus pensamentos, a exercer a arte de se autoquestionar.
  2. Eu viajante ou desconectado: são as pessoas que embarcam seu Eu em todas as viagens promovidas pelo autofluxo, sem promover nenhum gerenciamento.
  3. Eu flutuante: não tem segurança, estabilidade, clareza sobre onde está e aonde quer chegar. Segue os movimentos aleatórios de leitura da memória do fenômeno do autofluxo. Nem intuitivamente é capaz de dar direção a ideias, pensamentos, metas e projetos.
  4. Eu engessado: são as pessoas que não libertam o fenômeno do autofluxo e, consequentemente, contraem seu imaginário e sua criatividade. Seu Eu é rígido, fechado, inflexível.
  5. Eu autossabotador: não gere o processo de construção de pensamentos para promover estabilidade e profundidade emocional.
  6. Eu acelerado: pertence ao imenso grupo de pessoas em todo o mundo, em todas as sociedades modernas, de crianças a idosos, que se entulham de informações, atividades e preocupações. E, consequentemente, excitam o fenômeno do autofluxo a produzir pensamentos em uma velocidade nunca vista, gerando, portanto, a Síndrome do Pensamento Acelerado, que se tornou o mal do século.

Editar ou acelerar sem controle o pensamento é o sinal mais evidente da falha do Eu como gestor psíquico.

Existem muitos tipos de ansiedade, como a pós-traumática, o transtorno obsessivo compulsivo, o TOC, a síndrome de burnout e o transtorno do pânico, porém a ansiedade produzida pela Síndrome do Pensamento Acelerado é mais abrangente, contínua e contagiante.

Pessoas que vivem com a Síndrome do Pensamento Acelerado são ansiosas, inquietas, insatisfeitas, irritadiças, apresentam cansaço físico exagerado, flutuação emocional, entre outros.

Os 6 Níveis da SPA

Resumo do Livro Ansiedade (Augusto Cury) 23

Augusto Cury afirma que existem 6 níveis da Síndrome do Pensamento Acelerado:

1º nível: viver distraído.
2º nível: não desfrutar a trajetória.
3º nível: cultivar o tédio.
4º nível: não suportar os lentos.
5º nível: preparar as férias dez meses antes.
6º nível: fazer da aposentadoria um deserto pensando ansiosamente nela.

Existem sérias consequências da Síndrome do Pensamento Acelerado:

  • Envelhecimento precoce da emoção, ou seja, insatisfação crônica;
  • Retardamento da maturidade da emoção;
  • Morte precoce do tempo emocional;
  • Desproteção emocional e desenvolvimento de transtornos psiquiátricos;
  • Desenvolvimento de doenças psicossomáticas;
  • Comprometimento da criatividade;
  • Comprometimento do desempenho intelectual global;
  • Deterioração das relações sociais;
  • Dificuldade de trabalhar em equipe e cooperar socialmente.

8 Passos Para Gerenciar a SPA

Resumo do Livro Ansiedade (Augusto Cury) 25

1º Passo
Capacitar o Eu Para Ser
Autor da Própria História

O primeiro passo é se autocapacitar. É preciso assumir o papel de protagonista da própria vida. Se eduque para gerir o seu intelecto.

2º Passo
Ser Livre Para Pensar

O segundo passo é ser livre para pensar, mas não escravo dos pensamentos. Ser livre é sinônimo de libertar a sua imaginação, inovar, ousar e propor novas ideias. Ser escravo é não ter defesa contra o pessimismo, o conformismo, a autopiedade, o autoabandono, a autopunição, o sentimento de culpa, a agitação mental. É sofrer internamente sem reagir.

3º Passo
Gerenciar o Sofrimento Antecipatório

É preciso realizar um esforço consciente para, todos dias, você gerenciar os pensamentos que bloqueiam e debilitam a sua inteligência, especialmente os pensamentos que geram estresse por antecipar o futuro.

4º Passo
Fazer a Higiene Mental
Através da Técnica do DCD

O quarto é fazer a higiene mental através da técnica do DCD: duvidar, criticar e decidir.

Duvidar de todos os pensamentos negativos é fundamental para superá-los. Ao criticar cada pensamento negativo, você nutre a sua lucidez e maturidade psíquica. E por último, você aplica a determinação estratégica. A determinação é a fonte da disciplina e da capacidade de lutar por suas metas.

5º Passo
Reciclar Falsas Crenças

Na maioria das vezes, você vive em prisões criadas por você mesmo. São inverdades transformadas em verdades absolutas. Aplicar a técnica DCD todos os dias sobre as falsas crenças é vital para modificá-las.

6 Passo
Não Ser Uma Máquina de Trabalhar

Trabalhar excessivamente é a melhor maneira para destruir a sua saúde emocional. É preciso destinar momentos para desacelerar, para se desligar e contemplar o belo.

7º Passo
Não Ser Uma Máquina de Informações

Você não pode se tornar uma máquina de informações. Por isso é necessário aprender a selecionar livros, textos, técnicas e cursos.

8º Passo
Não Ser um Traidor da Qualidade de Vida

Não traia o seu sono, os seus finais de semana, as suas férias, o seu relaxamento e o diálogo e a convivência com os seus filhos, pais, amigos, com a sua mulher ou com o seu marido. Viva com qualidade de vida.

Resumo do Livro Ansiedade

E aí, gostou do resumo do livro Ansiedade?

Qual é a sua opinião sobre o livro?

Se você deseja comprar o livro, compre aqui agora.

Se quiser ler o próximo resumo, leia o resumo do livro Contágio: Por Que as Coisas Pegam.

P.S.: Para baixar de graça o meu livro digital, As 7 Poderosas Crenças Para Viver Uma Vida Sem Limites, clique aqui agora.

Garanta agora seu livro grátis para descobrir e copiar as 7 crenças que todas as pessoas de sucesso cultivam.

Sobre o autor

Rafael da Luz

Não existem limites, existe conhecimento. Você se torna capaz de alcançar qualquer sonho na vida quando aprende a se desenvolver como ser humano. O desenvolvimento pessoal é o caminho para que você realize tudo o que mais deseja na vida. Por isso, engrandeça.

Adicione um comentário

Compartilhar
Twittar
WhatsApp
Pocket