Resumo do Livro Fora de Série: Outliers (Malcolm Gladwell)

Resumo do livro Fora de Série

O que faz com que certas pessoas alcancem um sucesso tão grandioso a ponto de serem denominadas de “fora de série”?

Você acredita que trajetórias excepcionais, como a de gênios das mais diversas áreas, se devem apenas ao talento?

Se baseando em histórias de inúmeras pessoas de sucesso, Malcolm Gladwell, no livro Fora de Série, mostra como ninguém “se faz sozinho”.

Para Malcolm Gladwell, mais importante do que entender como essas pessoas funcionam, é descobrir qual é a cultura delas, o período em que nascem, seus amigos e família.

Você vai descobrir tudo isso e mais um pouco agora mesmo no resumo do livro Fora de Série: Outliers, que permaneceu por 272 semanas na lista dos mais vendidos do The New York Times.

ATENÇÃO
Antes de continuar a sua leitura você pode baixar gratuitamente o meu novo livro digital As 7 Poderosas Crenças Para Viver Uma Vida Sem Limites clicando aqui.

Saúde Não Resulta de Uma Vida Saudável

Por que muitas pessoas são saudáveis sem nunca terem prestado atenção em fatores como boa alimentação e prática de exercícios físicos?

A partir deste fato, Gladwell analisa a saúde humana a partir de uma nova perspectiva.

Um estudo realizado na cidade de Roseto, nos EUA, aponta que o senso de comunidade tem um grande impacto positivo no bem-estar e saúde das pessoas.

Em Roseto os moradores sempre mantiveram uma cultura de igualdade, dividindo seus alimentos e cuidando uns dos outros.

Durante muitas gerações todos conviviam em harmonia, na mesma casa. O senso comunitário gerava muito bem-estar nos moradores e isso contribuía para uma boa saúde para todos, mesmo que as pessoas não tivessem hábitos saudáveis.

Malcolm Gladwell começa o livro desta forma para provar seu ponto de vista: existem pessoas fora de série, outliers.

Depois disso, começa a listar os pontos que tornam as pessoas fora de série.

Em Qual Mês Você Faz Aniversário?

Você sabia que o mês do seu aniversário impacta as chances de você ter sucesso?

Gladwell defende sua tese com um exemplo muito claro, a liga de Hockey júnior no Canadá.

A competição tem uma divisão baseada no ano de nascimento das crianças. Por exemplo, crianças nascidas em 2006 competem apenas com outras crianças que também nasceram em 2006.

Isso pode até parecer justo, mas se levarmos em consideração a diferença de desenvolvimento de uma criança que nasceu em janeiro em relação a uma criança que nasceu em dezembro, a diferença pode ser gritante.

O porte físico, a maturidade e as habilidades da criança que nasceu em dezembro são muito maiores.

Por causa disso, as crianças mais novas acabam ficando no banco enquanto que as mais velhas são escolhidas para jogarem no time.

Isso, inevitavelmente, afeta o sucesso de cada criança.

A Regra Das 10 Mil Horas

Muitas pessoas, quando enxergam gênios e pessoas de sucesso, tendem a dar o crédito de seus feitos para dons inatos e características de nascença.

Malcolm Gladwell desconstrói esta crença através da teoria das 10 mil horas: para que você se torne um mestre em sua área de atuação é preciso que, no mínimo, você invista 10 mil horas da sua vida praticando a sua arte.

Apesar da genética influenciar a inteligência dos seres humanos, a genialidade é fruto de prática e dedicação extremas.

As 10 mil horas podem ser alcançadas, por exemplo, com 3 horas diárias de prática durante 10 anos ou 8 horas de prática diária por aproximadamente 3 anos e 5 meses.

Se você quer desenvolver genialidade em algo é preciso se preparar para sacrificar, muitas vezes, a sua vida social e possíveis empregos e diversões até chegar em suas 10 mil horas.

QI e Genialidade

Ter um alto QI pode ser uma vantagem, mas até certo ponto.

Gladwell afirma que o impacto do QI no sucesso de uma pessoa é muito menor do que imaginamos porque a partir de 120 pontos o QI já não aumenta nossas chances de sucesso.

Ser um gênio não te coloca imediatamente nas melhores universidades, nos melhores empregos e não é garantia de sucesso.

Na verdade, a criatividade tem um papel crucial na realização de feitos grandiosos, nas invenções e na inovação.

Como Você Cria Seu Filho?

O modo como você cria o seu filho impacta diretamente o nível de sucesso dele.

Malcolm Gladwell apresenta um experimento que foi realizado com crianças geniais, que tinham QIs acima de 140 pontos.

Muitas crianças que foram acompanhadas durante a vida ao longo do tempo, por mais incrível que pareça, não tiveram sucesso e fracassaram miseravelmente, terminando desempregadas, apesar de todo o potencial que tinham.

Isto acontece porque, por mais que as crianças fossem geniais, elas não puderam contar com um ambiente familiar favorável ao desenvolvimento de suas capacidades.

Por isso, o modo como você cria os seus filhos impacta diretamente os resultados, positivos ou negativos, que eles irão gerar na vida.

A destreza social, um conjunto de habilidades que devem ser aprendidas, é desenvolvida a partir do conhecimento. Conhecimento que, em grande parte, devemos aprender através da família.

Se Faz o Que Gosta, Suas Chances Aumentam

Quando se encontra em uma atividade pela qual você nutre paixão, a sua chance de chegar ao sucesso aumenta drasticamente.

Quanto mais você se sente realizado no trabalho, mais inspirado e criativo você se torna, o que faz com que consiga desenvolver cada vez mais habilidades.

Além disso, um trabalho feito com propósito, mesmo que seja mais desafiador e difícil, gera maior senso de satisfação e oportunidades para quem o realiza.

Para que um trabalho seja significativo ele precisa de 3 elementos: autonomia, complexidade e relação clara entre esforço e recompensa.

Quando você gosta do que faz e trabalha com um propósito, estes 3 elementos aparecem no seu trabalho.

Onde Nasceu, em Que Ano, em Qual Cultura?

Malcolm Gladwell afirma que, apesar de não serem fatores determinantes para o seu sucesso, a sua classe social, a sua raça e a cidade em que você nasceu afetam o seu sucesso porque geram grandes oportunidades.

Isto é o que Gladwell chama de sorte aleatória, ou seja, a sorte que é diferente daquela “criada por você”, que é baseada nas suas escolhas.

A sorte aleatória foge do seu controle e pode te ajudar a ter mais acesso à educação, empregos e oportunidades, o que favorece o seu sucesso.

Além disso, o ano que você nasceu é uma simples questão de sorte que também influencia o seu sucesso.

Por exemplo, na Grande Depressão dos Estados Unidos, a maior crise vívida pelo país, até mesmo os profissionais mais talentosos ficaram sem recursos e empregos, o que prejudicou uma geração inteira.

Por outro lado, quem nasceu na década de 30, depois da recessão, viveu a recuperação da economia e teve muito mais oportunidades.

Por último, a cultura de onde você viveu e foi criado influenciou as suas crenças, valores e atitudes, o que influenciou o seu sucesso.

Estereótipos nos influenciam, mesmo que inconscientemente, e isso muda nossas vidas, o que também é pura questão de sorte.

Por exemplo, se você nasceu em uma cultura em que o medo imperava, você pode ter se tornado menos ousado e arriscado menos, o que pode ter comprometido o seu nível de sucesso.

Por outro lado, se na cultura do seu local a coragem era muito presente, você pode ter ousado, arriscado mais e consequentemente agarrado mais oportunidades.

A Importância do Trabalho Duro

Você acredita que japoneses e chineses são gênios da matemática?

Será que eles têm um dom para essa área?

Na verdade, desde crianças, chineses e japoneses vivem em uma cultura que prevalece por gerações onde o sucesso é derivado do esforço e do trabalho duro.

Para resolver complexos problemas o otimismo e a persistência são fundamentais.

Dominar a matemática tem muito mais a ver com atitude e disciplina do que com aptidões naturais.

Quanto Mais Estudo, Mais Sucesso

De modo geral, quanto mais você gasta tempo estudando, mais sucesso você terá.

Quanto mais tempo você gasta na escola, mais bem-sucedido você se torna. Mas quanto mais tempo você gasta estudando em casa, mais sucesso ainda você tem.

A partir de uma análise de resultados acadêmicos de estudantes, Malcolm Gladwell mostra a importância de estudarmos por conta própria.

Além dos estudantes se tornarem, logicamente, mais inteligentes, o estudo por conta própria gera disciplina e foco, o que faz os alunos realizarem mais do que a média.

Independentemente da classe social, quanto mais um estudante investe seu tempo estudando, melhor ele se sai na faculdade.

Resumo do Livro Fora de Série: Outliers

E aí, gostou do resumo do livro Fora de Série: Outliers?

Qual é a sua opinião sobre o livro?

Se você deseja comprar o livro, compre aqui agora.

Se quiser ler o próximo resumo, leia o resumo do livro Ouse Crescer.

P.S.: Para baixar de graça o meu livro digital, As 7 Poderosas Crenças Para Viver Uma Vida Sem Limites, clique aqui agora.

Garanta agora seu livro grátis para descobrir e copiar as 7 crenças que todas as pessoas de sucesso cultivam.

Sobre o autor

Rafael da Luz

Não existem limites, existe conhecimento. Você se torna capaz de alcançar qualquer sonho na vida quando aprende a se desenvolver como ser humano. O desenvolvimento pessoal é o caminho para que você realize tudo o que mais deseja na vida. Por isso, engrandeça.

Adicione um comentário

Compartilhar
Twittar
WhatsApp
Pocket