Resumo do Livro O Jeito Harvard de Ser Feliz (Shawn Achor)

Resumo do Livro O Jeito Harvard de Ser Feliz (Shawn Achor) 1

O que você precisa para ser feliz?

A felicidade é um dos temas mais estudados e discutidos em todo o mundo.

Segundo a sabedoria popular, se você se empenhar, terá sucesso, e se tiver sucesso, então poderá ser feliz.

Se você encontrar o emprego dos sonhos, tiver uma promoção, ficar em forma, a felicidade vem.

Ou não?

Recentes descobertas no campo da psicologia positiva mostram que, na verdade, essa fórmula funciona de maneira inversa: a felicidade é o que gera o sucesso, e não o sucesso que gera a felicidade.

Rigorosas pesquisas de psicologia e neurociência, estudos de gestão e resultados financeiros de organizações ao redor do mundo inteiro comprovam repetidamente que quando você é positivo, se envolve mais, fica mais criativo, motivado, energizado e produtivo.

Portanto, se você quiser saber como ser mais feliz, além de entender como ter uma atitude mental mais positiva, para colher resultados extraordinários em toda a sua vida, o resumo do livro O Jeito Harvard de Ser Feliz é para você.

ATENÇÃO
Antes de continuar você pode baixar gratuitamente o livro As 7 Poderosas Crenças Para Viver Uma Vida Sem Limites clicando aqui.

Engrandece.com

*Você prefere este conteúdo em áudio, vídeo ou texto?*

Fique à vontade para escolher 🙂

Áudio


Vídeo

Texto

O Paraíso Perdido e Encontrado

Quando Harvard foi fundada, há mais de 300 anos, John Milton escreveu em Paraíso Perdido:

A mente é um lugar em si mesma, e em si mesma pode fazer do céu um inferno, e do inferno, um céu.

Shawn Achor, autor do livro, refletiu sobre essa frase ao perceber que diversos alunos seus esqueciam do privilégio que era estar em Harvard.

As preocupações com notas, estudos e o rumo que a carreira dos alunos tomaria os faziam estar sempre sob estresse e sem tempo para pensarem em outra coisa.

Ao ser convidado para palestrar na África do Sul, Shawn Achor se viu diante de uma realidade em que ter lição de casa era considerado um privilégio para estudantes do gueto.

Sendo assim, por que não focar no que é melhor para ser feliz?

Este é o principal objetivo da psicologia positiva.

A psicologia positiva visa fazer com que os psicólogos tenham uma visão mais aberta e apreciativa dos potenciais, das motivações e das capacidades humanas, enfatizando mais a busca pela felicidade humana que o estudo das doenças mentais.

Pesquisa da Felicidade

Em 2004, um levantamento da Harvard Crimson mostrou que 4 de cada 5 alunos de Harvard sofrem de depressão pelo menos uma vez durante o ano letivo.

Em 2010, um levantamento da Conference Board, mostrou que somente 45% dos trabalhadores entrevistados sentiam-se felizes com o emprego, marcando o ponto mais baixo em 22 anos de levantamentos.

Além disso, a depressão não se limita a Harvard. Os índices atuais de depressão ao redor do mundo são 10 vezes mais altos do que em 1960.

Portanto, contra fatos não há argumentos: os métodos que usamos para sermos felizes não são os mais adequados.

Escape do Culto da Média

Se você se limitar a estudar a média, permanecerá mediano.

Por isso, busque sempre fazer o melhor que você pode, tanto no trabalho como nas tarefas comuns do dia a dia.

Você deve mirar o mais alto que conseguir.

Foco no Negativo

Aqueles que não conseguem ficar entre os melhores, normalmente, se afundam diante da percepção do lugar em que se encontram.

Isso é um traço que aparece na psicologia convencional, que geralmente se foca nos dados negativos.

Quando você tiver a percepção que alguma coisa não está indo bem, use números a seu favor ao invés de colocar a situação como algo imutável, ou uma notícia negativa que não pode ser revertida.

Os 7 Princípios

Quanto mais estudava as pesquisas do campo de psicologia positiva, mais Shawn Achor percebia que a felicidade e o otimismo são premissas básicas para um melhor rendimento em todos os campos, apesar disso nunca ter sido atestado pelos acadêmicos.

Dessa forma, quando terminou de analisar um enorme volume de pesquisas sobre a busca pela felicidade, Shawn Achor isolou 7 padrões específicos, funcionais e comprovados de sucesso e realização pessoal e profissional.

São eles:

  1. O benefício da felicidade;
  2. O ponto de apoio e a alavanca;
  3. O Efeito tetris;
  4. Encontre oportunidades nas adversidades;
  5. O círculo do zorro;
  6. A regra dos 20 segundos;
  7. O investimento social.

É Possível Mudar

A chave para a melhoria é a mudança positiva e duradoura, assim como a passagem entre adquirir informação para a etapa da transformação, das atitudes e comportamentos em geral.

Se não fosse possível mudar nossas atitudes, para que desenvolvêssemos hábitos mais benéficos e felizes para os ambientes de estudo e trabalho, este livro não precisaria ter sido escrito.

Os 7 Princípios Colocados em Prática

Você precisa entender profundamente os 7 princípios para conseguir colocá-los em prática no dia a dia, em todas as atitudes, para que tenha um melhor rendimento na sua vida pessoal e profissional.

Aqueles que têm maior sucesso, não consideram a felicidade como sendo uma recompensa distante pelo empenho, eles capitalizam os aspectos positivos e seguem colhendo as recompensas.

Você precisa ter em mente que não é a felicidade que gira em torno do sucesso, mas o sucesso que gira em torno da felicidade.

1. O Benefício da Felicidade

A felicidade não é única, ela depende da pessoa que a vivencia. É por este motivo que os cientistas se referem à felicidade em termos de “bem-estar subjetivo”. Resumindo, apenas cada pessoa pode saber individualmente até que ponto é feliz.

Os cientistas definem a felicidade, basicamente, como a experiência de emoções positivas – prazer combinado com um senso mais profundo de propósito e sentido.

A felicidade implica em uma perspectiva positiva para o futuro e um estado emocional positivo no presente.

A felicidade é a alegria que você sente quando busca atingir o seu potencial pleno e o principal propulsor dela são as emoções positivas, já que a felicidade é, acima de tudo, um sentimento.

Uma análise de pesquisas sobre a felicidade, que reuniu mais de 200 estudos científicos envolvendo 275 mil participantes, mostrou que a felicidade leva ao sucesso em praticamente todas as áreas da vida.

Ninguém é mais produtivo porque é feliz, somos produtivos quando somos felizes.

2. O Ponto de Apoio e a Alavanca

O princípio de Arquimedes é o seguinte:

Dê-me uma alavanca longa o suficiente, um ponto de apoio e moverei o mundo.

Este princípio pode ser aplicado em nossas ações. Quando tomamos atitudes positivas, elas tendem a ser a alavanca que permanece em nosso cérebro como um ponto de apoio, que nos leva a mover o mundo em favor de nossas metas.

Quando você não consegue chegar lá, é só mover a alavanca em outra direção, contando com a poderosa alavanca da felicidade apoiada no cérebro por meio das atitudes positivas.

3. O Efeito Tetris

No Tetris, vários blocos se amontoam e constroem um grande cenário que vai baixando, enquanto pontuamos o máximo possível e a velocidade do jogo aumenta.

Na vida, o efeito Tetris funciona de forma parecida: você cria um determinado padrão para ir construindo o seu castelo da felicidade ao enxergar ser aquele o melhor caminho para chegar lá.

Alguém que é incapaz de romper um padrão de comportamento ou pensamento negativo, por exemplo, vira o efeito Tetris do avesso e nunca sai da infelicidade e do marasmo.

Mantenha o padrão de atitudes positivas e o efeito Tetris fará você pontuar muito mais.

4. Encontre Oportunidades na Adversidade

Quando as coisas não vão bem, a primeira coisa que você deve fazer é capitalizar as quedas para ganhar mais impulso e voltar a subir.

Quando sofre algum revés, é normal se sentir desanimado, pensar que as atitudes positivas não adiantam de nada e que o melhor é manter as antigas atitudes de negatividade, sem perceber que este é um grande erro.

Todos passamos por dificuldades e o crescimento pós-traumático é uma etapa importante da trajetória de qualquer pessoa, porque é quando você entende onde errou e quais rotas deve corrigir no caminho.

É nas adversidades que se encontram oportunidades-chave para um recomeço.

5. O Círculo do Zorro

A crença de que o seu comportamento faz a diferença, de que você tem o controle do seu futuro é um dos maiores propulsores do sucesso.

Porém, quando a carga de trabalho e o estresse se acumulam mais rapidamente do que a sua capacidade de suportá-los, o sentimento de controle é perdido.

Mas se primeiro você concentrar os seus esforços em pequenas metas que podem ser executadas, você recupera o sentimento de controle.

Ao restringir o foco de seus esforços primeiro e depois ver esses esforços produzirem o efeito pretendido, você acumula os recursos, o conhecimento e a confiança necessários para expandir o círculo, conquistando aos poucos uma área cada vez maior.

Afinal, o Zorro aprendeu cada golpe com sua espada devagarinho, aos poucos.

6. A Regra dos 20 Segundos

Esta regra aproxima você das atitudes que deve tomar para que consiga alcançar os seus objetivos e continue trilhando o caminho da felicidade com atitudes positivas.

Os 20 segundos de esforço adicional necessários são o que Shawn Achor denominou ao descobrir que, muitas vezes, desistimos de algo que queremos quando falta bem pouco.

Portanto, basta colocar o comportamento que você deseja no caminho da menor resistência, de maneira que exija menos esforço e energia para continuar.

A Regra dos 20 segundos tem esse nome porque basta reduzir em apenas 20 segundos a barreira à mudança para ajudar formar um novo hábito.

Essa estratégia pode ser usada para qualquer coisa, em qualquer área.

Diminua a energia de ativação para os hábitos que deseja criar e aumente-a para hábitos que quer evitar.

7. O Investimento Social

O maior ativo que você pode ter é o seu capital social. Ter boas pessoas ao seu lado ajuda você a trilhar mais facilmente um caminho feliz, tendo boas atitudes.

Não se esqueça de interagir socialmente, principalmente no trabalho, se fechando em seu próprio mundo, porque está focado apenas em metas e números.

Pensar nas pessoas ao seu redor deve ser um dos seus primeiros passos rumo às conquistas da felicidade.

Espalhe o Benefício da Felicidade

Não basta só praticar o jeito Harvard de ser feliz.

Você precisa espalhar por aí os métodos para o sucesso porque o benefício da felicidade precisa ser conhecido por todos.

Portanto, conte para os seus amigos, para a sua família e para os seus colegas de trabalho o quanto as atitudes positivas trouxeram para você resultados melhores do que antes e veja os ambientes contaminados pela felicidade.

Espalhe, converse e ajude: torne a vida de todos que estão ao seu redor muito mais positiva.

Resumo do Livro O Jeito Harvard de Ser Feliz

E aí, gostou do resumo do livro Problemas? Oba!

Qual é a sua opinião sobre o livro?

Se você deseja comprar o livro, compre aqui agora.

Se quiser ler o próximo resumo, leia o resumo do livro O Ócio Criativo.

E para baixar de graça o meu livro digital, As 7 Poderosas Crenças Para Viver Uma Vida Sem Limites, clique aqui agora.

Sobre o autor

Rafael da Luz

Você se torna capaz de alcançar qualquer sonho na vida quando aprende a se desenvolver como ser humano. O desenvolvimento pessoal é o caminho para que você realize tudo o que mais deseja na vida. Não existem limites, existe conhecimento. Por isso, engrandeça.

6 comentários

Compartilhar
WhatsApp