Como Acreditar em si Mesmo: 8 Passos Para Você Seguir Agora

Quantas vezes na vida você duvidou de si mesmo?

Quantas vezes pensou que não era capaz, que não conseguiria, que não adianta porque você é assim e não consegue mesmo?

Se chegou até aqui é porque você quer descobrir como acreditar em si mesmo, certo?

Eu já passei por fases na vida em que eu não acreditava nem um pouco em mim mesmo.

E lamentavelmente, esse é um problema cada vez mais comum na sociedade. Só que isso interfere muito em todas as áreas da sua vida.

Abraham Maslow, que foi um psicólogo americano, afirmou:

A história da raça humana é a história de homens e mulheres se subestimando.

Robin Sharma, escritor e orador motivacional, fala o seguinte:

Uma das coisas mais tristes na vida é chegar ao fim e olhar para trás com remorso, sabendo que você poderia ter sido, feito e tido muito mais.

Como você pode perceber, o preço de não acreditar em si mesmo é caro. Você corre o risco de ficar paralisado ao longo de uma vida inteira pelo medo de falhar.

Assim, com o tempo, seus sonhos e ideais infelizmente se tornam distantes e a vida se torna triste e amarga.

Se hoje você está sofrendo com a falta de crença em si próprio e quer descobrir como acreditar mais em si mesmo, continue comigo.

Você vai aprender porque esse problema é cada vez mais comum, entender que você não está sozinho e, o mais importante de tudo, vai descobrir como acreditar em si mesmo através de dicas práticas.

ATENÇÃO
Antes de continuar a sua leitura você pode baixar gratuitamente o meu novo livro digital As 7 Poderosas Crenças Para Viver Uma Vida Sem Limites clicando aqui.

Síndrome do Impostor

Como Acreditar em si Mesmo: 8 Passos Para Você Seguir Agora 1

Você conhece a síndrome do impostor? Ela é cada vez mais comum.

Uma pessoa que sofre da síndrome do impostor tem grandes dificuldades para acreditar em si mesma porque, independente do sucesso alcançado e das provas concretas e reais do sucesso, ela sente que é uma fraude.

Mesmo quando vão bem em suas carreiras, no emprego ou nos estudos, as pessoas que sofrem da síndrome do impostor duvidam das próprias habilidades e competências.

Essa síndrome geralmente é desenvolvida em ambientes onde a pressão e o estresse são grandes, como por exemplo: nos cursos de graduação e pós-graduação ou em ambientes de trabalho nos quais a competição é alta.

Muitas vezes, quando as pessoas com a síndrome do impostor obtêm algum tipo de sucesso ou reconhecimento, elas imaginam que é pura sorte. E não fruto do próprio trabalho, dedicação e das próprias habilidades em seu campo.

Você conhece Emma Watson? Ela é a atriz que interpretou o papel de Hermione Granger, nos filmes da franquia Harry Potter.

Em uma entrevista para a revista Rookie, Emma Watson afirmou o seguinte:

Parece que quanto melhor eu me saio, maior é o meu sentimento de inadequação, porque penso que em algum momento, alguém vai descobrir que eu sou uma fraude e que eu não mereço nada do que conquistei.

Você já se sentiu assim?

A psicóloga e doutora Gail Matthews afirma, com base em um estudo realizado, que 70% dos profissionais bem-sucedidos passaram pela síndrome do impostor em alguma fase da vida.

Inclusive, dizem que o próprio Albert Einstein falou sobre como ele se sentia:

A estima exagerada em que o meu trabalho é mantido me deixa muito pouco à vontade. Eu me sinto compelido a pensar em mim como um vigarista involuntário.

Mas por que podemos nos sentir assim?

Uma das razões é que, na escola, na faculdade e no trabalho, somos constantemente depreciados.

E infelizmente, o oposto quase nunca ocorre. É muito raro recebermos qualquer tipo de elogio quando fazemos progresso, não é mesmo?

Além disso, muitas vezes, olhamos para o sucesso como se ele fosse uma linha de chegada. E quando olhamos para pessoas bem-sucedidas, raramente consideramos o fato de que elas também passaram por muitas dificuldades.

Constantemente nos comparamos com pessoas de sucesso e nos sentimos cada vez mais longe do sucesso, pensando que não nascemos para alcançá-lo.

Para completar, cada vez mais vemos as “vidas perfeitas” nas fotos postadas no Facebook e, principalmente, no Instagram.

Do Sonho ao Pesadelo

Como Acreditar em si Mesmo: 8 Passos Para Você Seguir Agora 3

Você se lembra de quando era criança?

E você também se lembra dos sonhos que tinha?

Caso não lembre, pense um pouquinho neles. Talvez você quisesse se tornar médico, astronauta, cientista, professor, jogador de futebol, bombeiro, advogado, dentista, mágico, empreendedor ou qualquer outra coisa, mas você tinha um sonho.

Provavelmente você também sonhava ter uma casa enorme, um bom carro, viajar pelo mundo todo e construir uma bela família para dividir tudo isso.

Mas mais importante ainda, você se lembra de quais eram os seus sentimentos quando você pensava na sua vida futura?

É bem provável que, naquela época, você se sentisse extremamente animado com as possibilidades do futuro.

Só que, e hoje? Pense em como você se sente agora quando pensa nos seus antigos sonhos.

Pode ser que, de fato, você tenha conquistado vários dos seus sonhos ao longo da sua vida.

Pode ser também que você tenha refletido ao longo do seu desenvolvimento e que, por consequência, os seus sonhos tenham mudado completamente.

Mas independentemente do rumo que a vida e os seus planos tenham tomado, reconheça a diferença em como você se sentia em relação aos seus sonhos quando era criança e como você se sente em relação aos seus sonhos hoje, mesmo que os sonhos tenham mudado ou não.

Pode ser que você ainda se sinta animado e esperançoso quando pensa nos seus sonhos.

Mas se você é como a maior parte da sociedade, você se sente mal quando pensa nos seus sonhos. Isso porque, muitas vezes, quando se torna adulto você percebe que os seus sonhos se tornaram muito distantes, bem diferente da sua infância.

O fato é que a maneira como você se sente quando pensa nos seus sonhos, é uma indicação do seu nível de confiança em si mesmo.

Porque quando você é adulto, você entende que realizar os seus sonhos é uma responsabilidade sua. E se você não acredita em si mesmo, acreditar que você vai realizar os seus sonhos se torna algo muito difícil.

Se você sente mal em relação aos seus sonhos, você já deve imaginar que alguma coisa deu errado no meio do caminho. Não é mesmo?

No Meio do Caminho...

Como Acreditar em si Mesmo: 8 Passos Para Você Seguir Agora 5

Como diria o poeta Carlos Drummond de Andrade:

No meio do caminho tinha uma pedra.

Você enfrentou dificuldades, desafios e obstáculos na vida.

Só que dependendo da maneira como você lidou com as pedras no meio do seu caminho, você foi negativamente influenciado e deixou de acreditar em si mesmo.

Só você vai saber dizer, exatamente, quais foram as pedras no meio do seu caminho que fizeram com que você perdesse a crença em si mesmo.

Apesar disso, há algumas razões para que isso tenha acontecido.

  • Você dá mais atenção para as dificuldades que não conseguiu superar do que para as adversidades que enfrentou e venceu.
  • Existiu na sua vida uma pessoa, um familiar, professor e até mesmo um colega, que esteve por perto sempre duvidando, cobrando e nunca valorizando você.
  • Você lida todos os dias com milhares de demandas e estímulos externos. Você exerce diversos papeis e cria uma lista de tarefas que nunca consegue terminar. Como as demandas são infinitas, por mais que se dedique, você sempre fica com a sensação de que não está fazendo o bastante. Dessa forma você passa a questionar a sua capacidade de alcançar o que deseja.

Apesar de tudo isso, a grande notícia é que você não precisa aprender como acreditar em si mesmo.

Você só precisa reaprender. Porque você já acreditou em si mesmo.

Quando você era criança, acreditar em si mesmo era uma capacidade totalmente natural. Até o momento em que alguém ou alguma situação ensinou para você o contrário.

Você já acreditou em si mesmo.

Como Voltar a Acreditar em si Mesmo?

1º Passo
Defina Quem Você Realmente é

Como Acreditar em si Mesmo: 8 Passos Para Você Seguir Agora 7

Para voltar a acreditar em si mesmo, é preciso conhecer a si mesmo.

Eu sei, eu sei. Mais uma vez esse papo? Sim!

Porque para acreditar em si mesmo é preciso, em primeiro lugar, saber quem você é.

Mas tome cuidado, eu não digo sobre a pessoa que você pensa que é, porque ela é baseada nas circunstâncias ao seu redor.

Há mais de 100 anos atrás, o sociólogo Charles Cooley disse a seguinte frase:

Eu não sou quem você pensa que sou. Eu não sou quem eu penso que sou. Eu sou quem eu penso que você pensa que sou.

Você não é o seu emprego, você não é a sua conta bancária, você não é os erros ou acertos que cometeu no passado, você não é o que as pessoas dizem de você.

Conhecer a si mesmo exige que você exercite diariamente o autoconhecimento. Exige paciência e autoindulgência, ou seja, a capacidade de se perdoar, já que você não é perfeito e nunca será.

O mais importante, como eu disse acima, é entender que não você não é as condições em sua volta.

Para descobrir quem você de fato é, é preciso voltar a pensar em quem você era antes de aprender com a vida e com as pessoas ao seu redor. Antes que as circunstâncias e demandas exteriores exercessem tanta pressão sobre você.

Não é um exercício que pode ser feito de um dia para o outro. Leva tempo e é um trabalho diário de observação e reflexão.

Quando você consegue entender que não é um rótulo, mas uma essência, e que a sua essência é livre, sem as amarras que fazem com que você não acredite em si mesmo, você entende que não existe “não acreditar em si mesmo”.

Esse papo é muito mais profundo e talvez você não entenda isso agora, mas com o tempo, com o seu autodesenvolvimento, você começa a entender do que eu estou falando.

2º Passo
Siga a si Próprio

Como Acreditar em si Mesmo: 8 Passos Para Você Seguir Agora 9

Para acreditar em si mesmo é preciso aprender a ouvir a sua própria voz. E para fazer isso, você deve se basear nas suas próprias opiniões.

Só que para se basear nas suas opiniões você deve aprender a silenciar as vozes alheias.

Vivemos em um mundo onde muitas vezes as aparências importam mais do que a verdade. Dessa forma você pode acabar deixando que as opiniões e expectativas alheias sejam mais importantes do que a sua própria opinião.

Especialmente, a opinião e expectativa sobre quem você é e sobre quem deveria ser.

Não é incomum o caso de pessoas que tomam decisões importantes, como escolher a carreira profissional ou o relacionamento amoroso, baseados em opiniões e expectativas alheias.

E mais triste ainda é que muitos desistem dos próprios sonhos por ouvirem de outras pessoas que não são capazes, que não vão conseguir, que não têm o que é necessário para chegar lá.

Você também já passou por isso?

Não são só as pessoas ao seu redor, mas a mídia também exerce grande influência em como você escolhe viver sua vida.

A sociedade, como um todo, faz o mesmo. Você é ensinado que, quando crescer, deve arrumar um bom emprego, um emprego que “dá dinheiro”, para conseguir comprar uma boa casa e ter um belo carro na garagem.

Não estou dizendo que isso está errado.

O fato é que, quer você perceba ou não, provavelmente você está tentando se adequar as expectativas das pessoas ao seu redor: seus pais, seu parceiro amoroso, seus amigos e até mesmo pessoas que você nem conhece.

Eu não estou dizendo que você precisa ser egoísta e ignorar as vontades das pessoas ao seu redor.

O problema é que, muitas vezes, quando faz isso por muito tempo você acaba se acostumando. E quando você se acostuma, fica dependente da aprovação dos outros para ter a sensação de que está progredindo e também para você mesmo se aprovar.

Então se você quer acreditar em si mesmo, é preciso dar mais importância para as suas próprias opiniões do que para as opiniões alheias.

3º Passo
Entenda as Suas Limitações

Como Acreditar em si Mesmo: 8 Passos Para Você Seguir Agora 11

O próximo passo para acreditar em si mesmo é entender que você tem limitações.

Aceitar que você tem limitações é importante para aprender a não se cobrar demais, o que pode fazer você não acreditar mais em si mesmo.

Acredite, todos nós lidamos com nossas limitações diariamente. E mesmo os grandes gênios e os homens mais bem-sucedidos também passam por isso.

Albert Einstein, que é considerado um dos maiores cientistas de todos os tempos, também enfrentou este problema.

Na escola, por exemplo, ele teve dificuldade para se adequar ao sistema autoritário e, por diversos problemas, acabou deixando a escola.

Anos depois, quando foi realizar exames de admissão para a Escola Politécnica Federal Suíça, Einstein não conseguiu atingir a pontuação mínima em algumas disciplinas, apesar de ter tido notas excelentes em física e matemática.

Albert Einstein precisou voltar a estudar e refazer os exames de admissão.

Além disso, depois de formado, Einstein teve dificuldade em arrumar um emprego. É claro que nada disso fez com que ele desistisse. Ele se tornou um dos nomes mais importantes em seu campo.

Você sabia que Walt Disney foi despedido do primeiro emprego por falta de criatividade e boas ideias?

Foi depois disso que ele decidiu criar sua própria companhia. E foi uma trajetória extremamente difícil.

Reza a lenda que ele precisou morar em seu escritório por um tempo e que tomava banho apenas uma vez por semana, em uma estação de trem.

Ao ler a biografia de muitas pessoas bem-sucedidas, você vai perceber que elas também tinham muitas limitações e lideram com elas ao longo da vida.

Entender que você tem limitações permite que você entenda que não é perfeito e que vai errar e falhas muitas vezes.

Dessa forma, quando erra, quando sente que as coisas estão difíceis você não desiste e não deixa de acreditar em si mesmo, mas você continua em frente porque sabe que a vida é assim.

Além disso, limitações servem para serem quebradas. É assim que você evolui. Como você já sabe, toda e qualquer habilidade pode ser desenvolvida, desde que você tenha o mindset certo.

4º Passo
Deixe o Passado no Passado

Como Acreditar em si Mesmo: 8 Passos Para Você Seguir Agora 13

Outro passo importante nessa jornada é aprender a deixar para trás os erros do passado.

Muitas pessoas perdem tempo pensando em como erraram há 1 ano, 5 anos, ou até mesmo há 10 anos e ficam presas no passado.

Você também faz isso?

Todos nós cometemos erros. O problema é que quando você está sempre pensando neles, seguir em frente fica difícil.

A sua vida é feita de ciclos.

Quem você era há 10 anos já não importa tanto assim hoje, não é mesmo?

No livro O Poder do Agora, Eckhart Tolle fala sobre isso:

Existem ciclos de sucesso, como quando as coisas acontecem e dão certo, e ciclos de fracasso, quando elas não vão bem e se desintegram. Você tem de permitir que elas terminem, dando espaço para que coisas novas aconteçam ou se transformem. Se nos apegamos às situações e oferecemos uma resistência nesse estágio, significa que estamos nos recusando a acompanhar o fluxo da vida e que vamos sofrer.

Para seguir adiante e entrar em um novo ciclo, é preciso deixar antigos ciclos para atrás.

Aceite que o ciclo passou e foi como foi.

Agora um novo ciclo começa.

5º Passo
Foque na Sua Habilidade Única

Como Acreditar em si Mesmo: 8 Passos Para Você Seguir Agora 15

Qual é a sua habilidade única? Você conhece?

O que você sabe fazer melhor do que a maioria das pessoas? Quais são seus talentos? O que você tem de melhor para oferecer para as pessoas?

No que você é bom?

No livro Desperte Seu Gigante Interior, Tony Robbins afirma:

Todos possuímos um talento, um dom, a nossa centelha de gênio esperando ser despertada. Pode ser um talento para a pintura ou para a música. Pode ser um modo especial de se relacionar com as pessoas a quem se ama. Pode ser uma capacidade genial para vender, inovar ou elevar-se em seu negócio ou carreira.

A verdade é que você tem uma habilidade especial.

E quando você descobre a sua grande habilidade e passa a focar grande parte do seu tempo nela, você passa a acreditar muito mais em si mesmo.

Essa crença em si mesmo, construída com base na sua habilidade específica, faz com que você comece a crer em si próprio em todas as áreas da sua vida.

Então, para começar a acreditar mais em si mesmo, você deve conhecer qual é o seu talento e se manter focado em desenvolver o seu talento.

6º Passo
Perceba o Quão Longe Chegou

Como Acreditar em si Mesmo: 8 Passos Para Você Seguir Agora 17

Como Acreditar em si Mesmo: 8 Passos Para Você Seguir Agora 17

Se hoje você acredita pouco em si mesmo, você pode estar esquecendo de valorizar aquilo que já fez na vida.

Por isso aprenda a dar mais crédito para si mesmo por aquilo que você já conquistou.

Sem dúvidas, ao olhar para trás, você vai ver que nos últimos anos conquistou diversas coisas.

Uma maneira simples e fácil de acompanhar o seu desenvolvimento, e por consequência aumentar a sua crença em si mesmo, é iniciar um diário.

A ideia é escrever, todos os dias, sobre aquilo que você deseja se concentrar.

No livro O Milagre da Manhã, Hal Elrold fala que essa é uma das formas mais eficazes de alcançarmos mais em nossas vidas. Ele afirma que:

Existem infinitos aspectos da sua vida que você pode escrever em seu diário, e inúmeros tipos de diário. Diários de gratidão, diários de sonhos, diários de comida, diários de exercícios etc. Você pode escrever sobre  seus sonhos, planos, família, compromissos, lições aprendidas e qualquer outra coisa que sinta que precise se concentrar em sua vida. Meu método de escrever meu diário varia de um processo muito específico e estruturado — listar pelo que sou grato, reconhecer minhas realizações, estabelecer em quais áreas quero melhorar e planejar quais ações específicas estou comprometido a adotar para melhorar — a ser muito tradicional, apenas uma entrada datada com uma sinopse do meu dia. Acho ambas muito valiosas, e é bom combiná-las.

Adotar um diário para escrever sobre si mesmo e sobre seu progresso é uma estratégia muito valiosa.

Afirmar para si mesmo o quanto bom você é e o quanto está evoluindo faz com que você passe a acreditar muito mais em si mesmo.

7º Passo
Trace Metas e Trabalhe Por Elas

Como Acreditar em si Mesmo: 8 Passos Para Você Seguir Agora 21

Pensar no futuro e ter metas bem definidas também é uma ótima forma de voltar a confiar em si mesmo.

Mais importante ainda é trabalhar para alcançá-las. E você não precisa começar com grandes metas.

Comece com pequenas metas e vá fazendo um pouquinho por dia. Quando faz isso você começa a ver que é capaz, sim, de conquistar o que você deseja.

Assim, a crença que você possui em si mesmo vai aumentando gradativamente. E isso faz uma diferença absurda em longo prazo.

Se quiser saber um pouco mais sobre como criar metas de forma inteligente, leia o meu artigo sobre como traçar metas eficazes.

8º Passo
Não Compre Barato Pessoas Caras

Como Acreditar em si Mesmo: 8 Passos Para Você Seguir Agora 23

As pessoas que estão ao seu redor exercem grande influência sobre você, mesmo que você esteja consciente para este fato ou não.

Você é a média das 5 pessoas quem mais passa tempo.

Jim Rohn

A verdade é que quando aceita comprar barato demais as pessoas caras, você passa a regredir na vida.

O que são pessoas caras?

Pessoas caras são pessoas que custam demais para você. São pessoas que sugam a sua energia e disposição e fazem com que você comece a acreditar que não é capaz de realizar o que pretende realizar.

Dentro da sua vida social, quais são as pessoas que estão sempre criticando, reclamando, choramingando e colocando você para baixo?

As pessoas caras, sempre vítimas das circunstâncias, mesmo que indiretamente começam a transformar você em mais uma vítima que não acredita no próprio potencial – e o pior de tudo é que muitas vezes você não percebe isso. É como um vírus.

Pense nas pessoas caras da sua vida e reflita a respeito da sua relação com elas. Você precisa dessas pessoas ao seu redor?

Se não precisar, simplesmente dê um tempo e se afaste delas.

Pode ser doloroso, mas tenha certeza que é um passo na direção certa para você voltar a acreditar em si mesmo.

Conclusão

Sabe o que acontece quando você entende como acreditar em si mesmo?

Você se torna poderoso.

Porque o maior poder é o poder sobre si próprio.

Você ganha o poder de assumir o protagonismo e mudar as circunstâncias ao seu redor, o poder de conquistar os seus sonhos e o poder de viver a sua vida de uma maneira que realmente faça você feliz.

Tenha a certeza de que ao aprender a acreditar em si mesmo você está um passo mais perto de ser, ter e fazer tudo o que mais deseja na vida.

Então aplique o mais rápido possível tudo o que aprendeu aqui, caso contrário você continuará vivendo exatamente a mesma vida, não acreditando que é capaz de realizar grandes feitos.

O poder de acreditar em si mesmo é tão forte que, quando você realmente acredita em si mesmo, não importa que mais ninguém acredite em você - porque a sua crença e a sua certeza de realização se tornam absolutas, inabaláveis.

E assim você cria uma profecia autorrealizável a respeito da própria vida.

Se você quiser ir além, elevando o patamar da sua vida para o próximo nível, conheça o meu treinamento avançado de desenvolvimento pessoal clicando aqui agora.

Garanta agora seu livro grátis para descobrir e copiar as 7 crenças que todas as pessoas de sucesso cultivam.

Sobre o autor

Rafael da Luz

Não existem limites, existe conhecimento. Você se torna capaz de alcançar qualquer sonho na vida quando aprende a se desenvolver como ser humano. O desenvolvimento pessoal é o caminho para que você realize tudo o que mais deseja na vida. Por isso, engrandeça.

Adicione um comentário

5 Compart.
Compartilhar
Twittar
WhatsApp
Pocket