Como Desenvolver Habilidades Sociais: 14 Atitudes Práticas

Você se sente uma pessoa socialmente desajeitada?

Aquela pessoa que, num encontro social, fica mais quieta, fechada dentro do próprio mundo e pouco esboça palavras?

Ou talvez, aquela que gostaria de abordar outras pessoas facilmente, mas sente muito medo porque pensa demais no que os outros vão dizer?

Calma, eu também já fui assim. E é horrível mesmo.

É por isso que eu falo que, por experiência própria, você precisa descobrir como desenvolver habilidades sociais.

Porque isso é extremamente possível, mesmo que você seja a pessoa mais tímida do planeta – de novo, eu também já fui.

Então, se você não quer permanecer o resto da vida se sentindo um zero à esquerda em qualquer situação em que precisa interagir com outras pessoas, leia este conteúdo até o fim para descobrir quais são as 14 atitudes práticas que você deve tomar para se tornar socialmente mais habilidoso.

ATENÇÃO
Antes de continuar a sua leitura você pode baixar gratuitamente o meu novo livro digital As 7 Poderosas Crenças Para Viver Uma Vida Sem Limites clicando aqui.

Como Desenvolver Habilidades Sociais

1. Entenda Que é um Processo

Antes de qualquer coisa, para desenvolver habilidades sociais, você precisa ter a clareza de que fazer isso é um processo que exige treino e prática.

E como todo processo que exige treino e prática, muitas vezes, você vai falhar, vai errar e, no início, até pode passar vergonha.

Mas tudo isso é normal, e necessário, para que você se desenvolva.

Não há outra maneira de ser mais social caso você não socialize. Então, mesmo que seja desajeitado, você precisará se expor em novas situações.

Você pode evitar constantemente situações sociais porque pensa que não tem habilidades sociais, mas, justamente, é isso que faz você não ter habilidades sociais.

Não espere desenvolver habilidades sociais para falar com as pessoas, fale com as pessoas para desenvolver habilidade sociais. Entendeu?

Quando estiver fazendo isso, mantenha em mente que essa é a sua escola social – e, por isso, erros são válidos e necessários.

Da mesma maneira que você foi alfabetizado, aprendeu a ler e escrever, você vai aprender a ser socialmente habilidoso. É um processo.

A grande chave para melhorar as suas habilidades sociais é interagir com outras pessoas, não importando o quanto você acha que é capaz de fazer isso.

2. Aborde um Estranho Por Dia

Como eu falei, desenvolver habilidades sociais é um processo que exige treino e prática.

E a melhor maneira parar você treinar e praticar é fazer isso ativamente, todos os dias. Ou seja, crie uma meta de abordar um estranho por dia.

Sério, se você realmente fizer isso, você vai mudar a sua vida. Se fizer isso, conversar com outras pessoas será tão fácil quanto andar e respirar.

Por quê? Porque tudo é treino.

Qualquer habilidade pode ser desenvolvida através do treino e da prática diária.

Nada supera a disciplina de fazer todo dia a mesma coisa.

Se você realmente focar em abordar um novo estranho por dia, você vai se tornar extremamente sociável.

3. Comece Com Pequenos Passos

Se você quer desenvolver habilidades sociais para começar a falar em público, seja na escola, na faculdade ou no trabalho, mas morre de medo disso, comece tomando pequenas atitudes.

Encare o desenvolvimento das suas habilidades sociais como um jogo.

Imagine que hoje você está no nível 1 e falar em público para um grupo de muitas pessoas exige que você chegue no nível 7.

Sendo assim, não tente ir direto para o nível 7, isso até pode funcionar, mas se você sente muita ansiedade, comece indo para o nível 2.

O que seria o nível 2?

Falar apenas para uma pessoa, nada mais do que isso. Pratique iniciando pequenas conversas – com estranhos.

4. Evite Polêmicas

Quando você não conhece uma pessoa, mas quer começar a conversar com ela, a última coisa que deve fazer é iniciar o papo com uma polêmica.

Temas polêmicos geralmente são aqueles ligados à religião, política, legalização das drogas, aborto, futebol etc.

Imagine começar uma conversa com um desconhecido perguntando o seguinte: “E aí, você é de direita ou de esquerda?”.

Não é muito difícil perceber que as chances de as coisas darem errados são muito altas, concorda?

Por isso, comece uma conversa da maneira certa.

5. Inicie Conversas do Jeito Certo

Além de não começar com assuntos polêmicos, quando você inicia uma conversa com um estranho, fazer perguntas excessivamente pessoais pode deixa-lo incomodado.

Por isso, comece com perguntas mais gerais, como por exemplo:

  • O tempo está ótimo hoje, não acha?
  • Qual é a rede social que você mais acessa?
  • Qual é a sua série preferida?
  • Qual é o melhor livro que você já leu na vida?
  • O que você gosta de fazer para se divertir?

Não pense que perguntas gerais são tolas, pois elas têm a função de quebrar o gelo e iniciar um bate-papo amigável com alguém que você não conhece.

6. Amplie a Conversa

Depois de iniciar a conversa com uma pergunta geral, quebrando o gelo, aborde assuntos um pouco mais íntimos.

Neste momento, uma regra importantíssima é fazer perguntas que comecem com “O que”, “Como” ou “`Por que” ao invés de perguntas que podem ser respondidas com um simples “Sim” ou “Não”.

Por exemplo, ao invés de perguntar “Você gosta do seu trabalho?”, pergunte “Como seria o trabalho dos seus sonhos?”

Perguntas que começam com“O que”, “Como” ou “`Por que” exigem respostas mais detalhadas e específicas.

Assim, naturalmente, você começa a desenvolver uma conversa.

7. Faça o Outro Falar

A maior parte das pessoas gostam de falar sobre si mesmas.

Por isso, incentive o outro a falar de si mesmo.

Quando você faz perguntas mais pessoais, ampliando o papo, a outra pessoa começa a falar a respeito de si mesma.

Nessa hora, depois que o outro responde, faça uma rápida afirmação positiva e em seguida faça um gancho com um novo “O que”, “Como” ou “Por que”.

Por exemplo, se você perguntou “Como seria o trabalho dos seus sonhos?” e a pessoa respondeu “O trabalho dos meus sonhos seria viajando pelo mundo”, você pode falar “Nossa, realmente seria um sonho! E por que você gostaria de viajar o mundo?”

Dessa forma você emenda um gancho no outro e mantém a outra pessoa falando dela mesma, porque ela adora isso.

8. Mantenha-se Interessado

A pior coisa que você pode fazer quando conversa com outra pessoa é mostrar claramente que não tem interesse no que ela fala.

E, muitas vezes, você pode acabar fazendo sem perceber que está fazendo.

Sabe quando você fala alguma coisa e a outra pessoa interrompe no meio ou praticamente não dá bola para o que você falou e inicia outro assunto?

Ou quando você está conversando com alguém e o outro, que não para de usar o celular, só mexe a cabeça e emite alguns sons?

Pois é, tenha muito cuidado para não tomar essas atitudes.

Ao fazer perguntas, escute com atenção plena.

Um bom conversador sabe falar. Mas um excelente conversador é aquele que sabe ouvir.

Poucas pessoas desenvolveram a habilidade da escuta ativa.

Se você for um bom ouvinte, 90% da sua conversa será bem-sucedida - novamente, as pessoas adoram falar delas próprias, ainda mais quando são ouvidas atentamente.

9. Mostre Que Você Está Interessado

Além de se manter verdadeiramente interessado no que o outro está falando, você precisa fazer com que a outra pessoa perceba isso.

A melhor maneira para fazer isso é através da sua linguagem corporal, que diz muito sobre você para a outra pessoa, mesmo que ela perceba isso inconscientemente.

Os seus gestos podem comunicar mensagens de forma mais poderosa do que palavras.

Então pare por um minuto e pense em como é a sua postura, as suas expressões faciais e o seu contato visual quando você conversa com outras pessoas.

Você permanece de braços cruzados? Evita contato visual? Fica distante do outro? Não sorri nunca?

Todas essas atitudes mostram para a outra pessoa que você não quer interagir.

Portanto, faça exatamente o contrário de tudo o que eu falei: desdobre seus braços, olhe com frequência para os olhos da outra pessoa (sem exagerar), fique perto dela e, eventualmente, sorria.

10. Seja Autêntico

É importante eu salientar que, para ser socialmente mais habilidoso, você não deve criar um personagem porque acredita que isso vai satisfazer a outra pessoa.

Você deve, sempre, expressar os seus verdadeiros sentimentos e pensamentos. Seja íntegro, fiel aos seus valores, princípios, ideias e ideais.

Expresse a sua personalidade como ela é e, pouco a pouco, torne-se cada vez mais expressivo, mesmo que, em alguns momentos, você precise correr riscos – porque você vai precisar correr.

Corra o risco de, algumas vezes, não agradar a todos. Mas não corra o risco de não ter autenticidade.

A autenticidade cria laços profundos com as outras pessoas e, além disso, aumenta a sua confiança, o que aumenta as suas habilidades sociais.

11. Termine a Conversa do Jeito Certo

Quando você for finalizar uma conversa, seja gentil e educado.

Como fazer isso?

É simples, não corte a outra pessoa abruptamente. Diga de forma clara e amigável que você está se despedindo e que gostou da interação.

Encerre o papo com uma afirmação positiva, como por exemplo: “A conversa está ótima. Eu preciso ir, mas espero que a gente se encontre de novo!”

12. Reflita Sobre o Seu Encontro

Depois de conversar com alguém, pare para pensar no seu encontro.

A conversa foi boa ou não saiu como você esperava?

Se foi boa, por que foi boa? Caso contrário, por que não foi boa? O que você fez de positivo? O que você não deveria ter feito? O que você vai fazer na próxima vez?

Faça o exercício de anotar todas as suas respostas.

Todas essas informações podem ser usadas nas suas próximas interações para que você tenha conversas cada vez mais produtivas e se torne cada vez mais socialmente habilidoso.

13. Modele os Sociáveis

Você conhece pessoas que parecem ser naturalmente sociáveis?

Sabe aquelas pessoas carismáticas, que se dão bem com todos e sempre têm uma conversa agradável?

Tome essas pessoas como modelos de sucesso para que você copie as mesmas estratégias que elas utilizam.

Como elas falam? O que elas falam? Como elas se comportam?

Perceba o jeito completo de ser da pessoa.

Estude intencionalmente essas pessoas e faça o que elas fazem, adaptando as suas atitudes ao seu próprio jeito de ser.

Além disso, procure por essas pessoas para sair e socializar junto com elas.

Ou seja, converse com essas pessoas e saia para socializar junto com elas, pois dessa forma você vai aprender bastante, e isso vai aumentar muito as suas habilidades sociais.

14. Leia um Bom Livro Sobre o Assunto

A última atitude que eu sugiro que você tome é ler um bom livro sobre como desenvolver habilidades sociais.

E, neste caso, eu tenho uma sugestão específica para você.

É um best-seller que já foi escrito há muitas décadas.

Eu estou falando do livro Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas.

E você nem vai precisar ler o livro inteiro, sabe por quê? Porque eu não sei se você sabe, mas aqui no blog eu faço um trabalho de resumos de livros, e este livro está na lista.

Então leia agora o resumo do livro Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas.

Conclusão

Agora você entendeu perfeitamente como desenvolver habilidades sociais.

Não existe mágica, existe prática, consistência e persistência.

À medida que for treinando e que as suas habilidades forem se desenvolvendo você vai se sentir cada vez mais confiante nas situações sociais e vai se conectar mais facilmente com as outras pessoas.

Essas novas habilidades que você vai desenvolver vão abrir uma série de oportunidades na sua vida, afinal, ficar quietinho, no seu canto, tímido e recatado, pouco ajudará você a prosperar.

A cada momento que passa e você não escolhe ser socialmente mais habilidoso, mais oportunidades você deixa escapar pelas suas mãos.

Portanto, tudo o que você precisa fazer é decidir todos os dias da sua vida treinar as suas habilidades sociais, em todas as situações que você puder.

Dessa forma, a vitória está garantida.

Você tem alguma atitude específica que te ajudou a desenvolver habilidades sociais? Me conte nos comentários.

E se você está comprometido em dar o próximo passo na sua evolução pessoal, eu te convido a conhecer aqui o meu treinamento avançado de desenvolvimento pessoal.

Descubra como mudar de vida radicalmente e passo a passo.

Sobre o autor

Rafael da Luz

Não existem limites, existe conhecimento. Você se torna capaz de alcançar qualquer sonho na vida quando aprende a se desenvolver como ser humano. O desenvolvimento pessoal é o caminho para que você realize tudo o que mais deseja na vida. Por isso, engrandeça.

Adicione um comentário

Compartilhar
Twittar
WhatsApp
Pocket