Como Lidar Com a Ansiedade: 7 Atitudes Para Você Destruí-la

Você se pega constantemente preocupado com o futuro?

Você sente medo excessivo por causa que está sempre pensando no que vai acontecer amanhã, no mês que vem, ou até mesmo daqui há 10 minutos, e por conta disso nunca consegue relaxar no momento presente?

Você já não consegue mais esperar em uma fila sem ficar ansioso e entediado? Você tem dificuldades para assistir um vídeo com mais de 5 minutos?

Você não consegue mais viver sem o seu celular? Você já não consegue mais parar apenas para contemplar uma paisagem? Você tem dificuldades para dormir?

Você se sente esmagado pela angústia, preocupação, pelo medo, estresse, você desenvolveu fobias e a sua vida se tornou um pesadelo total?

Você não está sozinho. A ansiedade é um problema de saúde que atinge bilhões de pessoas ao redor do planeta.

Segundo informações divulgadas pela Organização Mundial da Saúde, a ansiedade afeta cerca de 33% da população mundial e o Brasil é o país com a maior taxa de pessoas com ansiedade no mundo.

Como Lidar Com a Ansiedade: 7 Atitudes Para Você Destruí-la 1

Sentir ansiedade é normal porque ela é uma resposta natural do corpo a algumas situações presentes no cotidiano. Como por exemplo, quando você vai realizar uma festa de aniversário e não vê a hora do grande dia chegar.

E enquanto a ansiedade não estiver prejudicando a sua qualidade de vida, ela é benéfica.

Só que a ansiedade assombra o mundo de uma maneira perversa. O problema é que muitos convivem diariamente com a ansiedade, que já se tornou patológica, e isso acaba comprometendo suas vidas em todas as áreas.

Então se você não aprender como lidar com a ansiedade, você vai viver sempre preocupado, estressado, entediado e até mesmo depressivo e doente.

Então, por favor, continue lendo este artigo para descobrir como controlar a ansiedade e acabar com esse mal.

ATENÇÃO
Antes de continuar a sua leitura você pode baixar gratuitamente o meu novo livro digital As 7 Poderosas Crenças Para Viver Uma Vida Sem Limites clicando aqui.

Quais São as Causas da Ansiedade?

Como Lidar Com a Ansiedade: 7 Atitudes Para Você Destruí-la 3

As exatas causas dos transtornos de ansiedade não são totalmente conhecidas, os pesquisadores acreditam que a principal razão é uma combinação de fatores.

Apesar disso, existem algumas causas razoavelmente conhecidas.

Instinto Humano

A ansiedade é uma resposta natural do corpo que é proveniente do sistema nervoso autônomo. Ela age como um reflexo, sem que você possa controlá-la racionalmente.

A ansiedade prepara você para fugir ou lutar quando o seu cérebro percebe que você está em uma situação, teoricamente, de perigo.

Medo

O medo é uma das causas da ansiedade. Você sente medo de que as coisas não deem certo, por isso fica ansioso.

Até certo ponto, o medo é essencial para a sua sobrevivência. O problema é quando ele cresce muito acima do normal.

Você pode ficar ansioso antes de fazer uma apresentação em público, o que é natural. Mas não é normal sentir medo toda vez que você for conversar com outras pessoas, por exemplo.

Falta de Sono

A ansiedade gera problemas para dormir, mas a falta de sono também gera ansiedade.

Se intencionalmente você dorme pouco, a tendência é que fique cada vez mais ansioso. Quanto menos você dorme, menos energia você tem e mais angústia você sente.

Excesso de Preocupação

Todos temos problemas, mas algumas pessoas se preocupam tanto com eles que começam a apresentar ansiedade patológica, que se torna um ciclo vicioso.

A preocupação excessiva está ligada com a maneira que você encara e lida com as situações adversas da vida.

Insegurança

A falta de confiança também gera ansiedade. Se você é uma pessoa insegura, com certeza ficará ansioso em diversas situações, principalmente sociais.

O problema é que, com repetidas situações, você começa gradativamente desenvolver fobia social, e isso atrapalha muito a sua vida.

Hiperconectividade

Outra grande causa da ansiedade é a hiperconectividade.

Mais do que nunca, estamos cada vez mais hiperconectados. A hiperconectividade traz a abundância de possibilidades e informações.

E como temos tudo ao nosso alcance em alguns segundos, a nossa capacidade de tolerância à ansiedade diminuiu drasticamente.

Pense nos seus pais ou avós. Antigamente eles sentavam em frente de suas casas apenas para ver o movimento da rua e conversar. Hoje já não conseguimos mais fazer isso.

Genética

Afirmam também que a genética pode influenciar nos níveis de ansiedade de uma pessoa.

Se na sua família existe um histórico de transtornos de ansiedade, você pode ter uma predisposição.

Além disso, a química cerebral também está sendo estudada como uma possível causa. As áreas do cérebro que controlam a resposta ao medo podem estar envolvidas.

Estresse

O estresse é uma grande causa da ansiedade.

E o estresse pode surgir de muitas maneiras. Como, por exemplo, o ambiente que você vive, seja o ambiente profissional, escolar, acadêmico ou familiar.

O estresse também pode surgir porque você está trabalhando demais, porque alguém próximo de você está morrendo, pela convivência com outras pessoas, entre outros motivos.

Uso ou Retirada de Drogas

Usar drogas, sejam lícitas ou ilícitas, também causa ansiedade.

Por exemplo, para desestressar do dia a dia corrido, você pode começar a beber álcool todas as noites, aumentando a sua ansiedade.

Depois, quando tenta parar de beber, você começa a se sentir mais ansioso ainda pela falta da substância. É um ciclo vicioso.

É muito comum um ex-fumante começar a engordar. Isso acontece porque a pessoa troca a válvula de escape da nicotina para o açúcar.

Remédios também possuem como um dos efeitos colaterais a ansiedade.

Traumas

Eventos traumáticos também são uma causa. Experiências difíceis na infância, adolescência e até na vida adulta, fazem com que você desenvolva transtornos de ansiedade.

Sofrer abusos físicos ou emocionais, como apanhar, ser intimidado ou ser socialmente excluído também desencadeiam problemas de ansiedade.

Solidão

Sentir-se solitário, sozinho e isolado também gera ansiedade para muitas pessoas. Pessoas que vivem solitárias tendem a ser mais depressivas e angustiadas.

Problemas Financeiros

Ter problemas com as finanças também gera ansiedade porque você fica com medo e preocupado por não saber o que vai acontecer com a sua vida.

De modo geral, como eu falei anteriormente, a ansiedade é causada por um conjunto de vários fatores.

Quais São os Sintomas da Ansiedade?

Como Lidar Com a Ansiedade: 7 Atitudes Para Você Destruí-la 5

A ansiedade vira um problema de saúde sério quando ela se torna mais forte do que você e passa a controlar a sua vida.

Alguns sintomas são comuns às pessoas que sofrem com a ansiedade crônica, que é quando a pessoa já perdeu o controle sobre si mesma.

Entre os principais sintomas, listo alguns deles:

  • Muito medo de situações rotineiras;
  • Compulsão alimentar, principalmente por doces;
  • Tensão muscular;
  • Problemas para dormir;
  • Preocupação excessiva com o futuro;
  • Dificuldade para se concentrar;
  • Irritabilidade;
  • Nervosismo constante;
  • Incapacidade de se desligar do pensamento que gera tensão;
  • Sudorese;
  • Cansaço;
  • Boca seca;
  • Aceleração dos batimentos cardíacos em repouso;
  • Diarreia ou dor de barriga;
  • Aperto no peito e falta de ar;
  • Tremores nas mãos e outras partes do corpo;
  • Ataques de pânico.

Se você vem sofrendo regularmente com alguns dos sintomas apresentados, comece a fazer mudanças na sua vida porque você está sofrendo de ansiedade.

Como Controlar a Ansiedade

1ª Atitude
Encontrar a Causa

Como Lidar Com a Ansiedade: 7 Atitudes Para Você Destruí-la 7

Antes de tudo, você precisa avaliar se está sofrendo gravemente com a ansiedade ou se as suas preocupações são normais e somem durante um período de férias, por exemplo.

Você considera que o seu nível de ansiedade é normal ou está se tornando um problema de saúde emocional?

É fundamental que você consiga fazer essa diferenciação.

Depois disso, é preciso buscar pela causa da sua ansiedade.

Você acabou de aprender algumas possíveis causas da ansiedade. Dentre todas elas, qual ou quais se encaixam mais no seu perfil?

Porque é só quando encontra a causa que você se torna capaz de encontrar uma solução. É preciso saber exatamente qual é o problema que precisa ser tratado.

Então pense a respeito:

  • O que deixa você ansioso?
  • Quais são os sintomas que você sente?
  • De 0 a 10, quanto a ansiedade atrapalha a sua vida?
  • Quais fatores parecem piorar o seu quadro?
  • Você evita a todo custo as situações que geram ansiedade?
  • Você sente ansiedade ocasionalmente ou todos os dias?
  • Você já sofreu um ataque de pânico?
  • Você sofreu algum trauma muito forte?
  • Alguém da sua família sofre com a ansiedade?

2ª Atitude
Procurar Ajuda

Como Lidar Com a Ansiedade: 7 Atitudes Para Você Destruí-la 9

Mesmo se fazendo muitas perguntas e refletindo bastante, talvez você não consiga encontrar a causa sozinho. Até porque a ansiedade já pode ter se tornado extrema na sua vida e um grave problema de saúde.

Neste caso, você precisa procurar ajuda profissional.

E aqui vai uma dica importantíssima neste sentido: infelizmente vivemos em uma sociedade onde as pessoas que sofrem de problemas emocionais também acabam tendo que enfrentar preconceitos sociais.

Isso acaba interferindo na busca por um profissional adequado. Mesmo sabendo que precisam de ajuda, muitos não procuram ajuda por vergonha ou receio de julgamentos.

Mas procurar a ajuda de um especialista é essencial para que você retome o controle sobre as suas emoções e sobre a sua qualidade de vida – porque a ansiedade tem cura.

Muitas vezes as pessoas ficam com dúvidas sobre qual profissional devem procurar: psicólogo ou psiquiatra?

A resposta não é simples, e muitas vezes é necessária uma ação conjunta da psicoterapia com a psiquiatria para que o tratamento seja efetivo.

Tudo vai depender do seu quadro e do tempo que você vem convivendo com a ansiedade sem perceber ou sem buscar ajuda.

O cenário ideal é vencer a ansiedade sem medicamentos.

Por isso você pode consultar um psicólogo e verificar se é preciso agir em conjunto com um psiquiatra ou se somente a terapia será capaz de tratar o seu problema.

A psicoterapia traz maior conforto emocional porque você aprenderá a lidar com as questões que estão por trás da ansiedade gerando o problema sem que você perceba.

Para que o diagnóstico seja o mais acertado possível, é fundamental que você se consulte com um especialista.

Esclarecer todas as dúvidas sobre a ansiedade durante a primeira consulta também irá ajudá-lo a melhorar o seu quadro. Caso surjam dúvidas, não hesite em fazer perguntas.

Esteja ciente de que o tratamento exige o seu comprometimento total. Ninguém pode ajudá-lo, caso você mesmo não queira se ajudar de verdade.

Dito isso, vou apresentar agora mais algumas atitudes fundamentais que você pode tomar para lidar com a ansiedade.

3ª Atitude
Respiração

Como Lidar Com a Ansiedade: 7 Atitudes Para Você Destruí-la 11

Existem exercícios de respiração capazes de diminuir instantaneamente o seu nível de ansiedade.

O controle da excitação e da ansiedade através da respiração é efetivo porque você envia um comando para o seu cérebro mostrando que está tudo bem, que você não está em perigo.

Um dos mais simples e eficazes exercícios de respiração que você pode realizar é sentar, olhar para um ponto fixo, inspirar lenta e profundamente pelo nariz e expirar lenta e profundamente pela boca.

Faça isso agora, até que você sinta que está relaxado. E sempre que você se sentir ansioso, realize este exercício até sentir que você relaxou.

4ª Atitude
Alimentação

Como Lidar Com a Ansiedade: 7 Atitudes Para Você Destruí-la 13

A alimentação também pode influenciar positivamente ou negativamente o seu nível de ansiedade.

Uma alimentação desregrada contribui, e muito, para o agravamento do quadro de ansiedade.

Por outro lado, uma alimentação inteligente é uma grande aliada no combate a ansiedade.

Alguns alimentos e bebidas que acalmam e diminuem o estresse:

  • Chá verde;
  • Abacate;
  • Chá de camomila;
  • Chocolate amargo;
  • Maracujá;
  • Aveia;
  • Alface;
  • Peixes;
  • Ovos;
  • Coco;
  • Banana;
  • Espinafre;
  • Açafrão-da-terra;
  • Brócolis.

Alguns alimentos e bebidas que devem ser evitados:

  • Alimentos ricos em gorduras trans – produtos muito industrializados;
  • Alimentos com xarope de milho – como o ketchup;
  • Bebidas açucaradas;
  • Doces em geral;
  • Café e qualquer bebida que contenha cafeína;
  • Alimentos ricos em farinha de trigo branca;
  • Bebidas diet;
  • Energéticos;
  • Margarina;
  • Bebidas alcoólicas.

5ª Atitude
Exercícios Físicos

Como Lidar Com a Ansiedade: 7 Atitudes Para Você Destruí-la 15

O tratamento da ansiedade pode ter como grande aliado o exercício físico regular. Porque quando se faz uma atividade física, o corpo naturalmente libera diversos hormônios que estão relacionados a sensação de paz e bem-estar.

Alguém que diariamente descarrega uma quantidade considerável de hormônios da alegria e bem-estar no próprio corpo naturalmente dorme melhor, tem mais calma, menos estresse, menos preocupação e mais qualidade de vida.

No entanto, não é qualquer atividade física que trará resultados positivos para o tratamento de ansiedade. É preciso que você se identifique com o exercício físico e tenha o desejo de praticar.

O mais importante é descobrir algum exercício que proporcione prazer para você, seja em grupo ou individual, e começar a realizá-lo pelo menos 3 vezes por semana, até criar o hábito da prática regular.

6ª Atitude
Diversão

Como Lidar Com a Ansiedade: 7 Atitudes Para Você Destruí-la 17

Como você sabe, o estresse é um dos grandes causadores da ansiedade.

Durante os momentos estressantes do seu dia, um hormônio chamado cortisol é muito produzido e liberado pelo seu corpo.

Quando isso acontece, as glândulas suprarrenais também liberam adrenalina e noradrenalina que, em conjunto com o cortisol, aumentam a sua frequência cardíaca e a sua ansiedade.

Porém quando se diverte, e principalmente quando ri, você diminui drasticamente os níveis de cortisol, estresse e, por consequência, ansiedade.

Se não se diverte de maneira regular você pode estar alimentando a sua ansiedade. Então insira momentos constantes de diversão na sua vida.

7ª Atitude
Desconexão

Como Lidar Com a Ansiedade: 7 Atitudes Para Você Destruí-la 19

Uma das grandes causas da ansiedade está no seu bolso.

O seu smartphone permite que você se conecte em um mundo com informações e estímulos infinitos.

Você teria que viver milhares e milhares de vidas para conseguir consumir toda a informação que existe online, isso se parassem de produzir conteúdo hoje.

O problema é que o mesmo celular que nos ajuda tanto, pode nos tornar tremendamente ansiosos.

Por isso você precisa se programar para escolher conscientemente se desconectar do mundo online durante algumas horas do seu dia.

Preferencialmente pela noite, ao chegar em casa, opte por deixar o smartphone no modo avião e volte a usá-lo somente no dia seguinte.

Eu sei que é difícil fazer isso, principalmente no começo, porque esse já é um hábito muito forte em nossas vidas.

Então o que você precisa fazer é substituir o hábito de usar celular por outro hábito, por uma atividade que não seja online, uma atividade real, offline.

É uma pequena atitude que pode fazer uma grande diferença.

Conclusão

De leve à incrivelmente alta, a ansiedade atualmente é um dos maiores males do mundo. Muito provavelmente você sofra com esse mal, por isso é preciso aprender como lidar com a ansiedade de maneira eficaz.

Porque a ansiedade atrapalha tanto o seu desenvolvimento profissional quanto pessoal. Em diversas ocasiões, ao invés de vencer os seus medos e avançar, você acaba se retraindo e tendo dificuldades com relação a sua performance.

A ansiedade pode fazer com que você tenha dificuldades para impor a sua personalidade no trabalho, por ter vergonha, diminuindo assim a sua capacidade de interagir com os outros, bem como de se impor diante de desafios.

Além disso, você pode estar engordando, perdendo saúde e até não conseguindo se relacionar amorosamente por conta da ansiedade.

Portanto é preciso ser honesto e reconhecer para si mesmo quando a ansiedade deixa de ser ocasional e passa a ser crônica e patológica, onde você sempre está com medo do futuro, das outras pessoas e fazendo planos para driblar situações que sequer ocorreram.

Esteja ciente que, desde o mais baixo até o mais alto nível, a ansiedade tem cura. Encontrar a causa é fundamental, mesmo que você precise de ajuda profissional para encontrar os motivos e posteriormente iniciar um tratamento.

Não tenha vergonha de pedir ajuda e buscar tratamento para a ansiedade. Você perceberá como a sua vida mudará para melhor.

Além disso, realizar exercícios físicos regularmente, cuidar da alimentação, ter momentos de lazer, se desconectar periodicamente da internet e controlar a respiração são excelentes maneiras para diminuir a ansiedade de modo duradouro e sustentável.

Ao vencer a ansiedade você vai se tornar muito mais feliz, relaxado e produtivo. Então tome a decisão de ser mais forte do que ela.

E eu espero que agora você deixe um comentário aqui embaixo me dizendo como você venceu ou está vencendo a ansiedade.

Quais são as suas dicas para vencê-la?

Deixando um comentário você vai ajudar milhares de pessoas que também tão sofrendo muito com a ansiedade.

Para finalizar, só para você que busca a evolução pessoal contínua, eu tenho um convite. Conheça aqui o meu treinamento avançado de mudança radical de vida.

Garanta agora seu livro grátis para descobrir e copiar as 7 crenças que todas as pessoas de sucesso cultivam.

Sobre o autor

Rafael da Luz

Não existem limites, existe conhecimento. Você se torna capaz de alcançar qualquer sonho na vida quando aprende a se desenvolver como ser humano. O desenvolvimento pessoal é o caminho para que você realize tudo o que mais deseja na vida. Por isso, engrandeça.

Adicione um comentário

Compartilhar
Twittar
WhatsApp
Pocket