Como Lidar Com Haters: Os 3 Passos Que Você Deve Seguir

Um dia você acorda feliz, toma o seu café da manhã, toma um banho, veste uma roupa e se prepara para mais um dia de trabalho.

Mas antes você vai dar uma olhada nas redes sociais. E aí você percebe, ao entrar no Instagram, que tem alguns comentários na sua última postagem.

Você vai lendo os comentários, percebe como as pessoas são legais e queridas até que, de repente, você vê um comentário do tipo “que merda, você é um bosta”, e nada mais.

É, você foi agredido gratuitamente por um hater e isso estragou o seu dia. Ninguém gosta de ser xingado ou atacado sem motivo nenhum.

Você ficou triste, chateado, com raiva, afinal você só estava vivendo uma vida feliz, sem criar confusão com ninguém. Então por que isso aconteceu?

Por que alguém tentou desmoralizar você de graça, sendo que a pessoa nem o conhece e muito menos sabe qual é a sua trajetória de vida?

Eu não sei se você já foi agredido de maneira exagerada e desnecessária por um hater. Eu já fui, principalmente porque exponho minhas ideias e pensamentos em vários meios de comunicação.

E quando eu fui agredido, fui estudar a respeito dos haters. E então eu descobri como lidar com um hater.

Por isso continue aqui comigo para descobrir claramente:

  • O que são haters?
  • Por que existem haters?
  • Como lidar com haters?

ATENÇÃO
Antes de continuar a sua leitura você pode baixar gratuitamente o meu novo livro digital As 7 Poderosas Crenças Para Viver Uma Vida Sem Limites clicando aqui.

O Que São Haters?

Como Lidar Com Haters: Os 3 Passos Que Você Deve Seguir 1

O Oxford Dictionary define "hater" como:

Pessoa que não gosta muito de alguém ou coisa específica.

Ou, em um sentido mais informal:

Uma pessoa negativa ou crítica.

Na tradução literal, o que significa a palavra "haters"?

De origem inglesa, a palavra "haters" significa “odiadores” ou “os que odeiam”.

Você já ouviu a seguinte frase?

Haters gonna hate.

Provavelmente sim. E isso quer dizer “Os odiadores irão odiar”.

Um hater, ou odiador, é alguém que não se sente feliz com os resultados positivos, com as conquistas, com a felicidade e com as ideias que outras pessoas mostram publicamente.

Então eles atacam, criticam, insultam e desvalorizam alguém com certa notoriedade, que se torna uma espécie de alvo. A grande intenção do hater é diminuir uma pessoa frente ao grupo social dela.

Os haters quase sempre são virtuais e criticam e desvalorizam as outras pessoas nos sites ou redes sociais escondidos por trás de falsos perfis. É difícil encontrar um hater que não esteja oculto.

Mas não confunda haters com trolls. Existem diferenças entre um hater e um troll.

Um troll tem como objetivo principal tirar sarro e zoar os outros, ele provoca as pessoas, ele deixa as pessoas com raiva e desestabiliza uma discussão. Já os haters são extremamente ofensivos e agressivos de maneira proposital.

Se algum dia você viu algum amigo seu xingando, ou até mesmo você ficou com raiva e xingou alguém na internet, não pense que seu o amigo ou você foram haters.

Você agrediu e revidou baseado no seu senso de justiça, baseado nos seus valores, nos seus princípios, na sua conduta de vida e naquilo você acredita. E não puramente com a intenção de agredir e promover ódio gratuito.

Por Que Existem Haters?

Como Lidar Com Haters: Os 3 Passos Que Você Deve Seguir 3

Haters na internet, haters nas redes sociais, haters no Youtube etc., sempre vão existir.

Não importa quem você seja ou o que você faça, porque você sempre está sujeito a ser agredido por um “odiador” a qualquer momento, em qualquer plataforma online.

E você sabe por que existem haters e por que eles agem como agem?

Existem 10 motivos principais que motivam os haters a agirem:

1. Medo de si mesmo: um dos principais motivos que fazem um hater agir é o medo que ele tem de si mesmo. De acordo com a psicóloga clínica Dana Harron, aquilo que as pessoas odeiam nos outros é aquilo que elas odeiam em si mesmas.

Na psicanálise, a projeção, um termo cunhado por Freud, descreve a tendência que temos em rejeitar aquilo que não gostamos em nós mesmos.

O psicólogo Brad Reedy fala que a projeção tem a ver com a necessidade de nos sentirmos bons, o que faz com que projetemos a maldade externamente:

Desenvolvemos esse método para sobreviver, pois qualquer 'maldade' que exista em nós nos coloca em risco de sermos rejeitados ou ficarmos sozinhos. Então reprimimos as coisas que pensamos serem ruins (aquilo os outros nos disseram ou sugeriram que não era digno de amor e moralmente repreensível) – e empregamos ódio e julgamento em relação aos outros. Pensamos que assim nos livraremos de traços indesejáveis, mas esse método só perpetua a repressão que leva a muitos problemas de saúde mental.

2. Você tem algo que eles não têm: muitas vezes, os haters gostariam de ter alguma coisa que você tem na vida que eles não têm. Isso incomoda um hater. Quando haters não entendem o porquê você tem e eles não têm, ou como também podem conseguir, eles ficam com muita raiva.

3. Incapacidade de superar o passado: um hater específico pode ser uma pessoa que viveu uma história com você, seja uma amizade ou um relacionamento amoroso que terminou. O problema é que o hater não consegue superar o que passou e sempre que ele pensa em você, a raiva surge fortemente. O resultado são insultos e comentários agressivos.

4. Falta de sentido na vida: haters podem ser pessoas entediadas e sem rumo na vida que passam horas por dia apenas distribuindo ódio gratuitamente na internet. Como eles não têm nada mais útil e interessante para fazer, escrever comentários agressivos durante boa parte do dia gera um sentimento passageiro de sentido e realização. O ato de ser hater se torna a ocupação do hater, um estilo de vida.

5. Eles não têm o seu sucesso: a sua vida é interessante e excitante demais para os haters. Eles queriam viver a sua vida, mas não conseguem. O seu sucesso incomoda profundamente o insucesso de um hater.

6. Eles estão escondidos: como eu disse, um hater está sempre oculto, escondido por trás de uma conta falsa. Dessa forma é fácil ser hater. Como ninguém saberá que ele é o hater e nem como ele é covarde, ele se torna um hater. Ele é oculto.

7. Eles pensam que você não é merecedor: os haters enxergam apenas o palco, e não os bastidores. Ou seja, eles veem os seus resultados, a sua popularidade, a sua carreira, as suas realizações e os seus amigos e acreditam que você não é digno de tudo que conquistou.

Eles não entendem como foi difícil para você chegar aonde chegou, não sabem como a sua estrada foi árdua e como você foi obrigado a superar inúmeras dificuldades.

8. Eles são carentes: os haters sempre precisam de atenção porque são carentes. Eles querem ser ouvidos e lidos, eles precisam desesperadamente disso.

9. Eles querem ganhar a competição: haters podem enxergar a vida como uma competição. Quem tem mais fama, quem ganha mais dinheiro, quem tem mais isso, mais aquilo, vence a “competição”. E eles querem ganhar. Então eles não querem perder para você de jeito nenhum pois dessa forma eles se sentem perdedores aos próprios olhos.

10. Baixa autoestima: haters têm baixa autoestima, então eles tentam aumentar – falsamente – a autoestima colocando outras pessoas para baixo.

O fato é que se você não tem haters, você não está fazendo barulho o suficiente. Todos que fazem algo grande, relevante e notório, têm haters.

E se você está aqui, provavelmente você tem haters, caso contrário não teria pesquisado por “como lidar com haters”, não é verdade?

Então, agora que você entendeu os motivos que fazem um hater ser hater, você vai descobrir como lidar da melhor forma possível com os haters.

Como Lidar Com Haters

1º Passo
Entender

Como Lidar Com Haters: Os 3 Passos Que Você Deve Seguir 5

O primeiro passo para você lidar com haters é entendê-los. Você já entendeu um pouco sobre eles, mas agora reflita sobre a seguinte frase:

Por detrás de uma pessoa que fere há sempre uma pessoa ferida. Ninguém agride os outros sem primeiro se auto agredir. Ninguém faz os outros infelizes, se primeiro não for infeliz.

 

Augusto Cury

Qualquer pessoa que agrida outra pessoa possui, na realidade, um grande problema consigo mesma. O problema nunca é com o agredido, mas sim com o agressor. É um problema interno, a raiz do problema é interna.

O hater não se sente bem consigo mesmo.

Há uma grande insatisfação na vida do hater. Por isso ele tenta suprir a falta, o vazio, agredindo alguém. É uma manobra para tentar se livrar, ao menos um pouco, do sentimento de descontentamento interno.

A agressão é a exteriorização, é a manifestação externa, do grande conflito interno que o hater vive.

Então, antes de tudo, respeite e aceite hater. Isso mesmo. Aceite-o e respeite-o.

Respeite e aceite o hater porque, no fundo, ele é uma pessoa ferida. Ele está sofrendo. Ele não gosta do que vê em si mesmo. Ele precisa de ajuda.

Lide com os haters tendo compaixão. O remédio contra o ódio é a compaixão.

O hater é um ser humano. Os seres humanos não são perfeitos. Todos, em algum momento na vida, passam por momentos muito difíceis.

E você consegue desenvolver a empatia necessária para entender e aceitar o hater de duas maneiras:

  • Admita que você já foi um hater: em algum momento da vida você também foi um hater. Não foi? Será mesmo que não? Lá no fundo, você sabe. Bom, se você realmente nunca foi, meus parabéns. Mas eu confesso que, em uma dada época da minha vida, eu fui um hater. E sim, eu passava por problemas. Eu precisava de ajuda. É por isso que hoje eu desenvolvi a empatia necessária para entender e respeitar o hater.
  • Entenda que ódio gera ódio: se você não consegue entender e aceitar o hater, ficando com raiva e nutrindo ódio por ele, você não está bem consigo mesmo. Isso é extremamente prejudicial porque se você mantém ódio no coração por outra pessoa, no fundo você está se odiando também. Não há como odiar outra pessoa, caso primeiro você não odeie a si mesmo. Quando está bem consigo mesmo e tem compaixão pelo hater você percebe claramente que o que ele fala não é sobre você, mas sobre ele mesmo.

Se hoje você sente ódio de um hater, siga conselho de Bernard Golden, autor do livro Overcoming Destructive Anger:

Como Lidar Com Haters: Os 3 Passos Que Você Deve Seguir 7

Todos nascemos com capacidade de agressão e compaixão. As tendências que adotamos exigem uma escolha consciente. A chave para superar o ódio é a educação.

Antes de ler este artigo, talvez você não tinha a consciência de que é possível escolher conscientemente a compaixão ao invés da agressão.

Se você sente ódio pelos haters, tenho certeza de que a intensidade do rancor acabou de diminuir, afinal agora você se educou sobre o assunto.

Os haters não se educaram.

2º Passo
Ignorar

Como Lidar Com Haters: Os 3 Passos Que Você Deve Seguir 9

O segundo passo para lidar com os haters é, simplesmente, ignorá-los.

Porque ao revidar, retrucar, devolver o insulto, você estará entrando na mesma armadilha que o hater está preso.

Além disso, você estará dando ao hater o que ele mais procura: atenção.

Assim o hater sempre continuará sendo um hater, porque por alguns poucos momentos ele sente satisfação e consegue o que precisa, permanecendo continuamente preso nesse ciclo destrutivo.

Ignore o hater, mas não ignore com desprezo. Ignore com compaixão. Ignore desejando, sinceramente, que ele consiga sair do abismo emocional que se encontra.

É muito importante entender que existem 2 tipos de críticas:

  • Crítica construtiva
  • Crítica destrutiva

Aprenda a distinguir os 2 tipos de críticas.

Uma crítica construtiva merece aplausos da sua parte, afinal alguém dedicou tempo e energia para ajudar você a melhorar.

As críticas construtivas são sempre muito bem-vindas e você deve aprender a aprender com elas.

Por outro lado, a crítica destrutiva nunca possibilita a melhoria por parte de quem a recebe porque a única intenção do agressor é a desmoralização.

Quando você receber uma crítica destrutiva, ignore-a. Porque você entende e aceita o hater. Porque você sabe que ele tem problemas emocionais – e muitas vezes nem sabe disso.

A melhor maneira de responder um hater é com silêncio. Permaneça quieto, sereno, pacífico. Porque você sabe que uma agressão vazia e sem fundamentos não diz respeito a você, mas sim ao agressor.

Não permita que a crítica hater exista no seu mundo. O problema não é ser agredido, o problema é como você lida com a agressão. Mantenha a sua paz. A sua paz interior deve se manter sempre inabalável.

3º Passo
Fazer Mais

Como Lidar Com Haters: Os 3 Passos Que Você Deve Seguir 11

Se você tem haters, ou começou a ter um hater ou outro, você está no caminho certo. Isso é sinal de que aquilo que você está fazendo vem dando resultados.

Então trabalhe duas vezes mais duro e deseje conseguir cada vez mais haters.

Sabe por quê?

Porque o número de pessoas que gosta do que você faz é no mínimo 10 vezes maior do que o número de haters que estão atrás de você.

Nunca deixe que haters calem a sua voz interior e o impeçam de fazer o que você faz. Você é uma pessoa do bem, uma pessoa de resultados, então faça duas vezes mais do que você vem fazendo e use a raiva dos haters como combustível.

Nunca deixe de ser quem você é porque existem pessoas que estão com pedras nas mãos apenas esperando que outras passem para que possam jogar nelas. Se não for em você, elas jogarão em outras pessoas.

Você nunca vai agradar a todos. Mas se não mostrar quem é por medo de ser criticado, você nunca vai conhecer as pessoas que vão amar você e as suas ideias.

E acredite, as pessoas que vão gostar de você sempre serão maioria em relação às pessoas que não vão gostar de você.

Não se preocupe com besteiras, continue fazendo o que você vem fazendo e comece a fazer ainda mais porque você está no caminho certo.

Pense sempre no conselho de um dos maiores pensadores de todos os tempos:

Há apenas uma maneira de evitar críticas: não faça nada, não diga nada, não seja nada.

 

Aristóteles

Conclusão

Haters são odiadores e sempre existirão. Não adianta, ao se expor – e até mesmo sem se expor – você está sujeito a ser agredido gratuitamente.

Os haters existem porque são pessoas infelizes que, em uma tentativa de diminuir a própria infelicidade, praticam bullying virtual agredindo e desmoralizando.

Sempre que se deparar com um hater você já sabe o que fazer: entenda, ignore e duplique o que você está fazendo.

Por trás de toda pessoa que fere, existe uma pessoa ferida. Lembre-se disso.

Ao se lembrar dessa frase sempre que for agredido por um hater, você desenvolve um pouco mais a sua empatia e compaixão pelo agressor.

Entendendo que o problema do hater é sempre com ele mesmo, e nunca com você, você entende, aceita e se torna capaz de ignorar sem se abalar, não permitindo que ele roube a sua paz de espírito e as suas convicções

Por fim você percebe que se está atraindo haters, é porque o que você está fazendo é realmente significativo para o mundo. Então faça mais.

Agora que você entendeu tudo isso, me diga: você já foi agredido por haters? Como foi? O que você fez na situação? O que você vai fazer a partir de agora?

Deixa um comentário me contando 🙂

Descubra como mudar de vida radicalmente e passo a passo.

Sobre o autor

Rafael da Luz

Não existem limites, existe conhecimento. Você se torna capaz de alcançar qualquer sonho na vida quando aprende a se desenvolver como ser humano. O desenvolvimento pessoal é o caminho para que você realize tudo o que mais deseja na vida. Por isso, engrandeça.

Adicione um comentário

13 Compart.
Compartilhar
Twittar
WhatsApp
Pocket