Resumo do Livro A Arte da Felicidade (Dalai Lama)

Resumo do Livro A Arte da Felicidade (Dalai Lama) 1

Como derrotar a tristeza, a insegurança, a ansiedade, a contrariedade e o desânimo do dia a dia?

Junto com o Dr. Howard Cutler, um psiquiatra especialista na ciência da felicidade humana e autor do livro A Arte da Felicidade, Dalai Lama nos mostra como podemos fazer isso.

É um livro que mostra, de uma forma simples e prazerosa, ensinamentos valiosos a respeito da realidade do sofrimento e sobre como podemos lidar com ele.

Aprender como transpor as adversidades da vida, através de uma fonte permanente de paz interior, é o que você vai descobrir agora no resumo do livro A Arte da Felicidade.

ATENÇÃO
Antes de continuar você pode baixar gratuitamente o livro As 7 Poderosas Crenças Para Viver Uma Vida Sem Limites clicando aqui.

Engrandece.com

*Você prefere este conteúdo em áudio, vídeo ou texto?*

Fique à vontade para escolher 🙂

Áudio


Vídeo

Texto

O Propósito da Vida

A ideia central de Dalai Lama é que o propósito da vida é a busca da felicidade.

Ele sugere que, ao invés de deixarmos a felicidade ao sabor do acaso, precisamos tê-la como meta e tomar a decisão de procurar ativamente por ela, de um modo sistemático.

Antes de tudo, é preciso entender a diferença entre prazer e felicidade. O prazer está presente, por exemplo, em um sorvete, no toque de um ser amado ou em um banho quente.

Por outro lado, a felicidade é um estado de satisfação durável, paz interior e bem-estar.

Ao buscar a felicidade e não apenas prazeres momentâneos, é muito mais fácil você deixar de lado as atividades prejudiciais que geram prazer, como usar drogas ou comer em excesso.

Para sermos felizes, não precisamos de mais nada do que já temos agora. Segundo algumas pesquisas, uma vez que suprimos nossas necessidades básicas não precisamos de mais dinheiro, fama, sucesso, um corpo ou parceiro perfeito.

A felicidade é alcançada muito mais por nosso estado mental do que por acontecimentos externos.

A Natureza Humana

Uma vida baseada na busca pela felicidade não é egoísta e nem egocêntrica, muito pelo contrário.

Várias pesquisas mostram que as pessoas mais egocêntricas e egoístas são as mais infelizes e hostis.

Por outro lado, segundo pesquisas, as pessoas mais felizes são aquelas que têm disposição para ajudar os outros, estendendo a mão.

A natureza humana é gentil e bondosa. Amor e compaixão não são luxos, mas necessidades. Sem isso a humanidade não conseguiria sobreviver.

Sentimentos negativos e destrutivos surgem quando algo está errado, mas nosso estado natural é o de compaixão.

Cultivando Emoções

O primeiro passo para encontrar a felicidade é entendermos que existem emoções e comportamentos benéficos e emoções e comportamentos que nos prejudicam.

É muito fácil identificar cada tipo de emoção e comportamento. Emoções e comportamento benéficos ajudam a todos e, inclusive, a nós mesmos. Enquanto os prejudiciais somente prejudicam a nós e os outros.

Ter essa clara consciência aumenta a nossa capacidade de encarar e superar as emoções e os comportamentos prejudiciais.

O seu foco deve ser o de cultivar uma disposição espontânea que aumente as suas emoções e comportamentos benéficos.

Calor Humano e Compaixão

Desenvolver conscientemente a compaixão e a empatia é fundamental para que você desenvolva a felicidade.

A compaixão e a empatia, que estão ligadas com a sensação de compromisso, responsabilidade e respeito com o próximo, apresenta impactos extremamente positivos em nossa vida, que são embasados cientificamente.

Portanto, você deve, acima de tudo, entender a compaixão e, a partir disso, passar a cultivá-la com consciência.

Sofrimento e Compaixão

O sofrimento pode fazer com que as pessoas se aproximem. Tomar consciência deste fato permite que você se relacione melhor com os outros, afinal, todos nós buscamos a felicidade.

Não existem garantias de que amanhã estaremos vivos, nossa vida é rápida e passageira, por isso é preciso aproveitar cada momento dela.

É preciso aproveitar o seu tempo para ajudar os outros seres que também são expostos ao sofrimento e felicidade.

Se você quer que os outros sintam felicidade, pratique a compaixão. Da mesma forma, se você quer ser feliz, pratique a compaixão.

Para conseguir desenvolver a compaixão, faça o seguinte: visualize mentalmente uma pessoa que esteja vivendo um extremo sofrimento.

Em seguida, pense a respeito de todo o sofrimento que a pessoa está passando tentando compreender o que ela sente.

Depois disso, entenda que essa pessoa tem a mesma capacidade de viver a alegria, a felicidade, a dor e o sofrimento que você.

Quando você fizer isso, concentrando a sua mente em produzir um estado de amoroso de compaixão, naturalmente brotará em você o sentimento de compaixão e o desejo de que a pessoa se livre de todo sofrimento.

A Despersonalização da Dor

A personalização da dor, um termo definido por terapeutas, é a tendência que temos em fechar nosso campo de visão psicológico interpretando tudo aquilo que acontece em termos de impacto sobre nós.

Ou seja, a nossa reação natural é aumentar a dor e o sofrimento que sentimos, nos tornando altamente sensíveis, muitas vezes levando as coisas para o lado pessoal e, diante de fatos insignificantes, reagindo exageradamente.

Nossa atitude em relação ao sofrimento é muito mais importante do que aquilo que gerou o sofrimento. A forma como você enxerga a vida afeta profundamente a maneira como você lida com a dor quando ela surge.

O sofrimento existe e ele está presente para todos os seres vivos. Você não é uma vitima única do universo. Você não está sozinho em sua dor.

Essa perspectiva realista permite que você despersonalize a dor e se desapegue do sofrimento.

Nosso desejo de não sofrer gera um círculo vicioso que gera cada vez mais sofrimento. Por isso, não tente diminuir o sofrimento, mas aprenda a lidar com ele escolhendo como você vai responder diante de cada situação.

Mudando a Perspectiva

Encarar acontecimentos com base em pontos de vista diferentes é extremamente útil para que você supere os fatos desagradáveis da vida.

Até uma situação que pareça ser completamente negativa possui aspectos positivos. Mas não basta apenas reconhecer os pontos positivos, é preciso recordá-los várias vezes até que você supere a sua visão negativa.

É um processo de familiarização e treinamento, um aprendizado de novos pontos de vista.

Comece a enxergar cada situação ruim ou negativa como um mestre. Um mestre que apresenta possibilidades reais e inescapáveis de você exercitar a compaixão, a paciência e a tolerância, sentimentos fundamentais para que você seja feliz.

Em todos os casos, caso você não encontre nenhum aspecto positivo em uma determinada situação, o melhor a fazer é esquecê-la.

Superando Obstáculos

Emoções e comportamentos prejudiciais são completamente contrários à sua felicidade. Entender este fato, para superar obstáculos, é o primeiro passo.

O segundo passo é desenvolver a convicção que você precisa mudar, fazendo um esforço consciente e sistemático para implementar mudanças mentais em sua vida.

Realmente, este é um processo difícil. Mas para que você consiga implementá-lo, não tente eliminar os pensamentos negativos, mas substitua emoções negativas por emoções positivas.

Use os seus estados mentais positivos como antídotos contra as suas tendências negativas.

Ao invés de focar em combater o egoísmo, por exemplo, foque em cultivar a compaixão.

Ao longo do tempo, aos poucos, você aumentará cada vez mais o poder dos seus antídotos.

Lidando Com a Raiva e Ansiedade

O único antídoto para a raiva é a prática consciente da paciência e da tolerância. Isso porque o resultado final destes sentimentos é o perdão.

Não pense em perdoar para acalmar o seu coração, mas acalme o seu coração porque, assim, quando você é realmente paciente e tolerante, o perdão naturalmente vem.

Para lidar com a ansiedade, o melhor antídoto é uma forma de motivação sincera.

Para que você consiga reduzir as preocupações da vida, faça o seguinte: se o problema ou a situação pode ser resolvida, não há motivo para se preocupar.

É muito mais produtivo usar a sua energia para solucionar o problema do que se preocupar com o problema.

Por outro lado, se não existir nenhuma solução, da mesma forma, não existe motivo para você se preocupar, você não poderá fazer nada a respeito.

Como Levar Uma Vida Espiritual

A arte da felicidade possui muitos elementos. Uma vida espiritual é um elemento final que ajuda todos os outros.

Pesquisas mostram que a fé religiosa ajuda em momentos difíceis e pode ser muito benéfica para a saúde dos seres humanos.

Mas isso não significa que você precise se tornar uma pessoa altamente religiosa. O ideal é que você explore o caminho espiritual da maneira que melhor encaixe para você.

Você nem mesmo precisa ter uma religião para desenvolver um nível de espiritualidade básica.

A espiritualidade básica consiste em você desenvolver qualidades benéficas e fundamentais como o interesse genuíno pelos outros, a bondade, a benevolência, a tolerância e a compaixão, além de combater os estados mentais negativos.

Tudo isso está ligado a ter disciplina mental para estabilizar a mente atingindo um estado de serenidade.

Se dedicar a um treinamento ou método capaz de gerar a disciplina interior, com o propósito de cultivar estados mentais positivos, é a essência da vida religiosa.

A verdadeira espiritualidade torna qualquer pessoa mais tranquila, calma e feliz.

Resumo do Livro A Arte da Felicidade

E aí, gostou do resumo do livro A Arte da Felicidade?

Qual é a sua opinião sobre o livro?

Se você deseja comprar o livro, compre aqui agora.

Se quiser ler o próximo resumo, leia o resumo do livro O Ciclo da Autossabotagem.

E para baixar de graça o meu livro digital, As 7 Poderosas Crenças Para Viver Uma Vida Sem Limites, clique aqui agora.

Sobre o autor

Rafael da Luz

Você se torna capaz de alcançar qualquer sonho na vida quando aprende a se desenvolver como ser humano. O desenvolvimento pessoal é o caminho para que você realize tudo o que mais deseja na vida. Não existem limites, existe conhecimento. Por isso, engrandeça.

Adicione um comentário

Compartilhar
WhatsApp